Após promover música com logo do PT, Anitta diz que não é petista e proíbe partido de usar sua imagem

Mesmo após declarar apoio total ao pré-candidato para presidente do Brasil, Lula, a cantora enfatizou, mais uma vez, que não era petista e proibiu o uso de qualquer imagem para para promover PT (Partido dos Trabalhadores) e os seus candidatos nas eleições de 2022.

Postado em: 17-07-2022 às 08h53
Por: Victória Vieira
Os nomes de Anitta, Bolsonaro, Lula e PT foram parar nos assuntos mais comentados do Twitter | Foto: Reprodução/ Twitter

A tarde do fim de semana começou agitada na internet. No sábado (16/7), a cantora Anitta, de 29 anos, gerou reboliço em seu perfil do Twitter. Mesmo após declarar apoio total ao pré-candidato para presidência, Lula, a cantora enfatizou, mais uma vez, que não era petista e proibiu o uso de qualquer imagem sua para promover PT (Partido dos Trabalhadores) e os seus candidatos nas eleições de 2022.

“Atenção candidatos do PT, atenção partido PT. Eu NÃO SOU uma apoiadora do PT e NÃO SOU petista. Não autorizo o uso da minha imagem para promover este partido e seus candidatos. Minha escolha nessas eleições foi de trazer engajamento e mídia para a pessoa que tem maior chances de vencer voldemort [referindo-se a Jair Bolsonaro] nessas eleições,”, escreveu Anitta.

Na sequência, Anitta ainda destacou que não autorizava utilizar seu nome e imagem nas campanhas eleitorais do PT. “Que isso fique bem claro. Meus ideais políticos e as coisas que eu acredito ficaram para as próximas eleições. Este ano meu foco é fazer minha parte para não dar brecha a esse possível pesadelo de reeleição. NÃO USEM MEU NOME e minha imagem para promover a candidatura de vocês.”, disse.

Continua após a publicidade

As declarações da cantora geraram polêmica, causando grande alvoroço entre os usuários, influenciadores e famosos da rede social. Anitta recebeu duras críticas, sendo relembrada que a atitude era sem sentido e hipócrita, já que a própria utilizou a logo do PT e o nome de Lula para divulgar a sua nova música com o rapper Filipe Ret, “Tudo Nosso.

Diversas pessoas levantaram a questão de que a cantora estava aproveitando da situação política para gerar marketing a si mesma e estaria piorando a situação dando “munição” para os eleitores de Bolsonaro.

Em resposta, a artista disse que a música já havia sido antes lançada antes de fazer a publicação com a imagem contendo a logo do partido. Anitta explica que utilizou a versão errada, pois ela havia pedido uma com ”13” (número do partido político) no lugar de PT. Além disso, ela argumentou explicando que suas declarações só estariam ajudando Lula, tendo em vista que geraria engajamento. Confira alguns tweets:

A discussão tomou proporções grandes com a artista rebatendo algumas pessoas que estavam discordando dos seus tweets, até a cantora mirim, Melody, de 15 anos, foi citada como exemplo.

Logo em seguida, para amenizar a discussão, Lula apareceu esclarecendo que havia entendido a atitude da cantora.

“Anitta, de fato você só declarou seu apoio por mim e sei que não é petista”, informou o ex-presidente. “O PT tem milhões de militantes, simpatizantes e também tem gente que não gosta do partido mas mesmo assim está conosco nesta caminhada, porque precisamos que o Brasil volte a ter democracia e paz”, finalizou.

Os nomes de Anitta, Bolsonaro, Lula e PT foram parar nos assuntos mais comentados do Twitter.

Veja Também