Terça-feira, 07 de fevereiro de 2023

Daniel Alves contrata advogado que já defendeu Messi, Barcelona e políticos espanhóis

A defesa do jogador possui até quarta-feira (25), para fazer um pedido de habeas corpus

Postado em: 24-01-2023 às 15h08
Por: Mariana Fernandes
A defesa do jogador possui até quarta-feira (25), para fazer um pedido de habeas corpus | Foto: Divulgação/ Fifa

A defesa de Daniel Alves contratou um dos advogados de maior prestígio da Espanha para sua defesa no caso de investigação de crime sexual. O especialista em direito penal, Cristóball Martell, já defendeu Barcelona, Lionel Messi e demais empresários e políticos importantes, indo representar agora o jogador brasileiro ao lado de sua advogada Miraida Puente Wilson.

A defesa do atleta deve apresentar recurso na Audiência de Barcelona, nesta terça-feira (24), segundo o jornal “La Vanguardia”. A defesa de Daniel, possui até quarta-feira para fazer um pedido de habeas corpus e ser liberado da prisão. O objetivo agora é reverter a prisão para uma punição “mais branda”, possibilitando por exemplo, a liberdade de se retirar do país e o não recolhimento dos passaportes.

Caso Daniel Alves

Daniel Alves está preso preventivamente na Espanha desde a última sexta-feira (20), após ser acusado de assediar sexualmente uma jovem de 23 anos, em uma boate em Barcelona, no dia 30 de dezembro de 2022. De acordo com câmeras de segurança espanhola, o jogador ficou trancado com a vítima por 15 minutos no banheiro unissex da balada

Continua após a publicidade

Segundo relatos da vítima, ela e Daniel dançaram juntos na boate e ele teria levado a mão dela ao seu órgão genitais em vários momentos, até que ela se assustou e se retirou. Por volta das 4h30 da manhã, Daniel pediu que ela o seguisse até o banheiro. A moça tentou sair, mas Daniel não teria permitido. O estupro teria ocorrido neste momento. A mulher alegou ter sido agredida, estuprada e molestada pelo jogador.

Segundo o jornal El País, a mulher não quer ser indenizada e abriu mão de ser ressarcida financeiramente, mas que tem como objetivo principal fazer com que o jogador seja punido pelo ocorrido.

Veja também: Ministério Público da Espanha pede prisão preventiva de Daniel Alves

Veja Também