Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

75 anos de luta e literatura de Conceição Evaristo

Uma trajetória de luta, representatividade e reconhecimento internacional

Postado em: 29-11-2023 às 14h56
Por: Luana Avelar
Imagem Ilustrando a Notícia: 75 anos de luta e literatura de Conceição Evaristo
Com obras como "Becos da Memória", "Insubmissas lágrimas de mulheres" e "Olhos d'água", Conceição Evaristo se consagrou como uma referência na literatura contemporânea brasileira | Foto: Agência Brasil

Conceição Evaristo, escritora brasileira, completa 75 anos de vida, uma trajetória marcada por sua contribuição para a literatura e sua luta pela representação das vozes marginalizadas. Nascida em Belo Horizonte, em 1946, Evaristo enfrentou desde cedo as dificuldades e desigualdades sociais presentes na realidade brasileira. Sua obra é um reflexo dessa vivência, abordando temas como racismo, gênero e classe social.

Sua carreira começou a ganhar destaque na década de 1990, quando publicou seu primeiro livro de contos, “Ponciá Vicêncio”. A obra foi aclamada pela crítica e marcou o início de uma produção literária que daria voz à população negra e periférica do Brasil. Seus textos são permeados por uma linguagem poética e uma narrativa que mescla memória, ancestralidade e o cotidiano das comunidades marginalizadas.

Ao longo de sua carreira, Evaristo publicou diversos livros que se tornaram referências na literatura brasileira contemporânea. Entre eles, destacam-se “Becos da Memória”, “Insubmissas lágrimas de mulheres” e “Olhos d’água”. Suas obras retratam a realidade das mulheres negras, suas dores, lutas e resistências.

Continua após a publicidade

A obra de Conceição Evaristo tem sido reconhecida e premiada tanto no Brasil quanto no exterior. Ela recebeu importantes prêmios, como o Jabuti, o Prêmio Casa de las Américas e o Prêmio Faz Diferença, do jornal O Globo. Sua escrita potente desperta reflexões sobre a desigualdade social e racial, além de estimular o debate sobre a importância da representatividade na literatura.

Além de escritora, Conceição Evaristo também é doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense e tem se destacado como palestrante e participante de eventos literários ao redor do mundo, levando sua mensagem de empoderamento e igualdade.

Veja Também