Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Boicote de anunciantes afeta receita e coloca em risco a sustentabilidade do X

O X, anteriormente conhecido como Twitter, enfrenta desafios financeiros sob o comando de Elon Musk

Postado em: 04-12-2023 às 11h40
Por: Luana Avelar
Imagem Ilustrando a Notícia: Boicote de anunciantes afeta receita e coloca em risco a sustentabilidade do X
Elon Musk menciona possibilidade de falência caso boicote persista. | Foto: Freepik

O X, anteriormente conhecido como Twitter, enfrenta desafios sob o comando de Elon Musk. O boicote de anunciantes, motivado por preocupações com postagens pró-nazistas, impactou a receita da plataforma, que depende da publicidade. A saída de grandes anunciantes como Disney e Apple levanta questões sobre a sustentabilidade financeira do X, com aproximadamente 90% de sua receita proveniente de anúncios no ano passado.

Em uma entrevista recente, Musk mencionou a possibilidade de falência caso o boicote persista, destacando a vulnerabilidade da empresa diante da perda contínua de receitas publicitárias. A falta de sinais de retorno de anunciantes, conforme observado por Mark Gay da consultoria de marketing Ebiquity, indica uma ausência de estratégias para reinvestir na plataforma.

Na última sexta-feira, o gigante varejista Walmart também anunciou a interrupção de seus anúncios no X, agravando ainda mais a situação.

Continua após a publicidade

A dependência histórica do X em relação à receita publicitária, aliada aos empréstimos contraídos por Musk para adquirir a plataforma, cria um cenário financeiro delicado. A conta de pessoal e os pagamentos de juros anuais consideráveis contribuem para a pressão financeira, levantando questões sobre a capacidade da empresa de manter suas operações a longo prazo.

A perspectiva de falência, embora extrema, não pode ser descartada, especialmente se o X não conseguir cumprir os pagamentos de juros ou pagar salários. Musk enfrentaria desafios, incluindo possíveis pressões dos bancos para uma mudança de gestão.

Para contornar esses desafios, Musk busca diversificar as fontes de receita do X, introduzindo novos serviços, como chamadas de áudio e vídeo, e explorando opções como transmissões de videogame. No entanto, essas iniciativas ainda não compensam a lacuna financeira deixada pelo boicote publicitário, deixando o futuro imediato da plataforma em suspense.

Veja Também