Segunda-feira, 06 de abril de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Detentos fazem motins e rebeliões após suspensão de visitas em Goiás

Postado em: 25-03-2020 às 10h53
A medida foi tomada para evitar a proliferação do novo coronavírus na população carcerária - Foto: Reprodução/Prefeitura

Igor Afonso

Detentos dos presídios de Águas Lindas de Goiás e Niquelândia fizeram rebeliões após a suspensão de visitas para conter a proliferação do novo coronavírus, na última terça-feira (24).

Conforme informações da Polícia Civil, os presos da Unidade Prisional de Águas Lindas, no entorno do Distrito Federal, começaram um motim e queimaram colchões. O fogo foi controlado depois que os agentes prisionais usaram extintores para controlar as chamas.

Os detentos pediam a volta das visitas íntimas, que foram suspensas em razão das medidas de contenção do novo coronavírus. Já em Niquelândia, os detentos se envolveram em uma briga que deu início a um motim, onde um dos detentos apresentou problemas respiratórios e precisou ser socorrido.

A Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) afirmou que está tomando medidas necessárias para identificar e punir os envolvidos, em conformidade com a lei.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar