Coluna

A missão de Caiado: construção de chapa 

Publicado por: Yago Sales | Postado em: 26 de janeiro de 2022

Com o retorno do governador Ronaldo Caiado (DEM) de São Paulo, onde tratou de uma infecção, a expectativa no núcleo político do governo é que nas próximas semanas deve ser iniciada a dança das cadeiras no secretariado. Com exceção dos postos chaves e estratégicos do governo, como a Secretaria da Economia comandada por Cristiane Schmidt e da Educação, Fátima Gavioli, pode haver mudanças. A expectativa de lideranças políticas da base caiadista, principalmente prefeitos, deputados e senadores é de que os nomes que devem compor com o secretariado estejam afinados com o projeto do governador. Antes, Caiado mantinha uma equipe de auxiliares técnica. Agora, deve dar outro perfil ao governo, com uma pegada mais política por se tratar de um ano de disputa eleitoral. 

Será?

Ex-presidente da Alego e deputado Helio de Sousa (PSDB) acredita que a sede da Casa deve ser entregue dentro do cronograma. Por outro lado, o tucano se preocupa com os impactos da pandemia que podem atrapalhar o começo das sessões no prédio novo a partir do dia 15 de fevereiro. 

Perene…

O MP-GO quer saber detalhes da eleição que garantiu o quarto mandato, desde 2017, do presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Joaquim de Castro, e de outros membros. 

Memória

Desde ontem, 74 fotos da trajetória política do ex-prefeito Iris Rezende Machado estão expostas no saguão do Centro Cultural Marieta Teles. O trabalho foi denominado “Iris: Uma História de Amor por Goiás”.

Eita

Acolhido pelos bolsonaristas aborrecidos, o ex-juiz e ex-superministro Sérgio Moro (Podemos) participou do Flow ao lado de uma plaquinha de um dos anunciantes. O que chama atenção para o novo outsider do conservadorismo é que se trata de um site de acompanhantes. 

Despedida

A saída de Tony Carlo da Secretaria de Comunicação surpreendeu profissionais de imprensa. Cuidadoso com o legado do governador Ronaldo Caiado, Tony, que é jornalista de formação, soube como tratar os colegas enquanto esteve à frente da pasta. O maior mérito: na pandemia, quando o governo não tinha orçamento para publicidade, soube gerar mídia espontânea. 

Cafezinho 

O ex-deputado federal Chico Abreu (por enquanto no PSDB), cedeu o escritório da sua casa para um encontro entre Gustavo Mendanha (que deve se filiar ao PL), o presidente do PSD Vilmar Rocha e o ex-deputado Simeyzon Silveira. O encontro serviu para selar a paz entre Mendanha e Vilmar. “Chico, você viu a fumaça branca lá dentro”, disse Vilmar a Chico, horas após o trio ficar enfurnado no escritório. Todos riram. 

Curtas

Um dos nomes mais experientes da política aparecidense, Chico afirma que ainda não decidiu se vai se candidatar. 

Compartilhe: