Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Coluna

Daniel, Wilder e Marconi organizam a eleição de 2024 de olho em 2026

Publicado por: Wilson Silvestre | Postado em: 08 de dezembro de 2023

Os personagens que são lembrados como pré-candidatos ao Governo de Goiás em 2026 não estão parados e trabalham suas bases. A montagem de alianças, filiações, diretórios e comissões provisórias nos municípios visam não só a eleição para prefeitos e vereadores em 2024, sobretudo a cadeira do Palácio das Esmeraldas. Dentre os nomes mais ventilados, o do vice-governador Daniel Vilela (MDB) aparece com destaque, afinal ele é um aliado no qual Caiado dá mostras de ser seu sucessor natural. As missões e articulações políticas delegadas a ele por Caiado mostram que ele é aglutinador, não só dentro do MDB e União Brasil, mas também entre as legendas da base de sustentação do governo. Na sequência de nomes, vem o do senador Wilder Morais (PL), que conta com o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro, que tem um eleitorado de direita orgânico em Goiás. A legenda de direita tem pré-candidatos viáveis em cidades estratégicas do agronegócio, como Rio Verde, Jataí e Cristalina. Nestes municípios, o PL tem chances de vencer a base caiadista. Há bem pouco tempo, Daniel e Wilder eram tidos como os dois nomes que poderiam polarizar a disputa ao Governo de Goiás em 2026, mas recentemente entrou em cena o ex-governador Marconi Perillo (PSDB). Ele deu um novo alento ao combalido PSDB, tanto em Goiás quanto nacional. Embora seus movimentos estejam centrados no desafio de reestruturar o tucanato nos Estados, vai manter o debate e contraponto em Goiás. Ele já disse que o “PSDB terá candidato em Goiás”. Não disse o nome. No entanto, não existe outro a não ser ele. Depois das eleições municipais, vão surgir mais nomes, mas sem o peso destes três.

Gracinha aplaudida pelos prefeitos

A primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado, foi ovacionada no Encontro Nacional dos Gestores, nesta quarta-feira-feira (6), em Goiânia, promovido pela FGM, que é comandada pelo prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves (MDB). Gracinha é parceira dos prefeitos nos programas sociais que compõem a rede de proteção do governo de Ronaldo Caiado.

Continua após a publicidade

Rumo ao Senado

Municipalista de carteirinha, o governador Ronaldo Caiado, por conta de sua agenda nacional, não pôde comparecer ao evento. Bom para Gracinha Caiado, que aferiu seu capital político para o Senado em 2026. Pelos aplausos e comentários, está aprovada.

Sinais trocados

Na contramão do presidente nacional do PSDB, Marconi Perillo, que já definiu que a legenda é oposição ao governo do presidente Lula, o Cidadania, comandado por Gilvane Felipe em Goiás e federado com o PSDB, defende aliança com o PT. Seria uma incoerência dos tucanos, que passaria ao eleitor sinais trocados de oposição.

“Pelo Novo”

A pré-candidata a prefeita de São Paulo pelo partido Novo, Marina Helena Cunha Pereira Santos, cumpriu agenda em Goiânia nesta quinta-feira (7) e permanece até amanhã. A presença de Marina Helena na Capital é para o lançamento do grupo “Mulheres pelo Novo”.

Panelão do Gugu

Em parceria com o presidente da Alego, Bruno Peixoto (UB), ele e seu colega deputado por Itumbiara, Gugu Nader (Agir), fazem mais uma edição do projeto “Panelão do Gugu”. Desta vez será na Avenida Bernardo Sayão, na Fama (16) e dia 22 na Região da 44. (Especial para O Hoje)