Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Coluna

Zé Humberto e um destino: Palácio do Buriti em 2026

Publicado por: Wilson Silvestre | Postado em: 07 de dezembro de 2023

Para quem vai disputar cargo eletivo, seja proporcional ou majoritário no Distrito Federal em 2026, sabe que agora é o tempo dos partidos. Por não ter eleição municipal, existe hiato eleitoral de quatro anos em Brasília. Por conta dessa lacuna, não existe um debate de ideias e muito menos os ti-ti-tis sobre candidatos por faltar três anos para o pleito de 2026. Mas essa indiferença fica restrita ao cidadão-eleitor e não atinge os atores que, de um modo ou outro, são lembrados como possíveis candidatos, notadamente ao Palácio do Buriti, sede do Poder Executivo local. Dentre os nomes mais lembrados, um encabeça todas as listas: trata-se do secretário de Governo José Humberto Pires. “Zé Humberto”, como é reconhecido pelos amigos, reúne todas as qualidades de um líder: inteligente, humilde, paciente, leal ao governador Ibaneis Rocha (MDB) e conhece como ninguém o Distrito Federal e suas demandas. Essas qualidades por si só seriam o suficiente para colocá-lo no topo dos favoritos na disputa eleitoral. No entanto, “Zé Humberto” não é só uma singularidade quando se trata de conhecimento da máquina pública do DF. Ele tem na bagagem experiências exitosas conquistadas nos governos de Joaquim Roriz (1936-2018) e José Roberto Arruda. Reconhecido como um “tocador de obras”, eficiente gestor público e uma águia na arte da negociação política, reconhecido até pelos adversários. São essas qualidades que fazem de José Humberto Pires o coringa da base eleitoral de Ibaneis Rocha que pode ser o vice de Celina Leão (PP), deputado federal ou até mesmo candidato a governador do DF.

Querem ‘engessar’ Geraldo Magela

Uma das lideranças mais aguerridas do PT no Distrito Federal, daqueles que não fogem da briga, é o ex-deputado federal Geraldo Magela. Ele pode ter muitos defeitos, mas o PT deve muito a ele pela sua resiliência fora do poder e por ter ajudado a sacudir a legenda no DF. Fala-se em um campo de esquerda liderado por Leandro Grass e Reginaldo Veras, os dois do PV. Sem o PT e Magela, as chances de êxito em 2026 serão próximas de zero.

Continua após a publicidade

Derrota tucana

A eleição suplementar em Bom Jardim de Goiás é o assunto do momento na cidade sobre o embate entre tucanos. Tudo porque a aliança entre União Brasil e MDB tornou invencível Willian Gregório, do partido do governador Ronaldo Caiado (UB). Saiu derrotado Cleudes Baré (PSDB).

Aperitivo

A eleição serviu para aferir o clima do pleito de 2024, quando a disputa vai ser marcada com a parceria entre MDB e UB.

George ‘Dubai’

O governo do presidente Lula levou para Dubai quase 3 mil brasileiros de todos os quadrantes do País e, entre eles, o deputado estadual por Goiás, Dr. George Morais (PDT). Em sua conta no Instagram, ele postou: “Estamos em Dubai discutindo várias questões sobre mudanças climáticas”. Dr. George bem que poderia ter dito aos eleitores algo como ‘alô, Trindade, olha eu em Dubai me abastecendo de conhecimento para 2024’.

PM Novo Gama

Em parceria com a Secretaria de Educação de Novo Gama e o Centro de Polícia Comunitária do 19º Batalhão da PMGO, comandado pelo major William Mille, juntamente com o prefeito Carlinhos do Mangão (PL), formam mais de 600 alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Poerd). (Especial para O Hoje)