Coluna

Deputado entra na Justiça contra filas na Caixa

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 13 de maio de 2020

O deputado federal Lucas Vergílio (SDD) e o
diretório estadual do Solidariedade entraram com ação com pedido de liminar na
Justiça Federal em Goiás para que as Caixa Econômica Federal amplie
obrigatoriamente o horário de atendimento ao público de todas as agências no país.
A ação pede que o atendimento ao público seja feito das 8h às 18h, por 30 dias,
além de respeitar o distanciamento mínimo de dois metros entre cada pessoa e
oferecer álcool em gel em suas dependências internas. O objetivo é acabar
com as aglomerações diárias com pessoas que têm direito ao saque do auxílio
emergencial. A segunda parcela do benefício começa a ser paga na próxima semana
e mais de 1,4 milhão de goianos têm direito. “Nosso pedido é que as agências da
Caixa funcionem em caráter emergencial, incluindo fins de semana e feriados,
até que a fila de atendimentos seja zerada”, defende o deputado.

Exposição

“É desumano e contraproducente expor a parcela mais
vulnerável da população ao enquanto tentam receber o mínimo para sua
subsistência”, critica Vergílio.

Fiscalização

O relator da Comissão Mista no Congresso Nacional, que
acompanha as ações federais de combate à pandemia, Francisco Júnior (PSD),
ainda observa que a maior parte dos pedidos aprovados não resultaram em
pagamento efetivo do auxílio.

A apurar

“Temos emitido recomendações para mudar isso. É preciso
saber se é incompetência, incapacidade ou intenção que causam o atraso nessa ajuda”,
considera Francisco.

Na espera

Do ex-governador Maguito Vilela (MDB) sobre pré-candidatura
a prefeito de Goiânia. “Vou esperar o Iris se decidir, sem nenhum tipo de
pressão. Quero deixar ele escolher com muita naturalidade”.

Largar o osso

Entre iristas, há expectativa de que Iris Rezende antecipe
decisão sobre a disputa no próximo mês de junho. O prefeito tem avaliado em
pesquisa internas o crescimento de desgaste da atual gestão, além da rejeição
pessoal.

Previdência

O Instituto da Previdência do Município de Goiânia
(GoiâniaPrev) mantém contato, via telefone, com pensionistas e aposentados para
apurar a situação de cada um e encaminhar, se necessário, para assistência
médica.

Consequências

O programa ainda aponta possíveis atendimentos psicológicos
ou de fisioterapia, além enviar kit com álcool gel, máscara e produtos de
higiene. O Instituto busca investigar os impactos do isolamento social para
aposentados.

Impacto

Enquanto Goiás caminha para retomar medidas restritivas,
pesquisa do Instituto MDA mostra que 67,3% dos brasileiros apoia o isolamento
para combater a pandemia.

CURTAS

– A Codego confirmou cessão de áreas para seis
empreendimentos no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA).

– A previsão de investimento é de R$ 341 milhões pelas novas
fábricas, com geração de 3 mil empregos diretos e indiretos.

– Decreto em Pirenópolis prevê multa de R$ 100 por falta de
máscara e de R$ 1 mil para quem promover aglomeração.

 

Compartilhe: