Coluna

Deputado João Campos e o sonho da única vaga ao Senado Federal

Publicado por: Yago Sales | Postado em: 05 de maio de 2022

Que o Republicanos, comandado por João Campos, pode rachar, não é novidade. A igreja Universal não abre mão de reforçar o grupo de Rogério Cruz, no caso do pleito deste ano, especificamente à campanha de Ronaldo Caiado (UB). E o grupo que apoia João Campos não abre mão de tê-lo como candidato ao Senado. Com a romaria de pré-candidatos ao Senado em busca de apoio do governador, o “sonho” de Campos teria apenas uma via à consolidação nas urnas: caminhar com Gustavo Mendanha. E é justamente o que aliados de Campos querem. Caso desista de ser candidato ao Senado e, claro, tente reeleição na base caiadista, a tendência é que tanto Campos quanto o deputado estadual Jeferson Rodrigues sejam eleitos. E é o que o Republicanos espera: fazer dois federais. Rogério Cruz, a estrela da IURD dentro do partido, não tem nada a perder. Caso Campos saia da sigla, ele continua no reforço à candidatura da primeira-dama, Thelma Cruz. E, ainda, numa eventual reeleição de Caiado, continua na boa vizinhança. 

Avanço

Nem é de se comemorar, pelo atraso, mas é bom o registro: Goiânia agora tem uma pessoa trans em um cargo de chefia na administração municipal. Rogério Cruz nomeou o ativista John Maia, de 32 anos, na Superintendência  LGBTQIA+, departamento importante da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas. 

Quer saber

Numa rotina de viagens pelo interior de Goiás, o governador Ronaldo Caiado (UB) terá de entregar ao deputado Alysson Lima (PSB) dados de gastos e pessoas transportadas no avião e no helicóptero do Estado. O pedido foi feito “em caráter de urgência” por meio de requerimento. 

Dedo em riste

Nove deputados federais foram alvos de abertura de inquéritos no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (4). No caso, serão dez processos, dois dos quais contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-RJ). inclui-se a representação protocolada após Eduardo debochar tortura sofrida pela jornalista Miriam Leitão.

Lista ilustre

Também foram abertos processos sobre os deputados Carlos Jordy (PL-RJ), Carla Zambelli (PL-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Talíria Petrone (PSOL-RJ), Josimar Maranhãozinho (PL-MA), Heitor Freire (União-CE), Bia Kicis (PL-DF) e Kim Kataguiri (União-SP).

Goiano

Pré-candidato à Presidência pelo Pros, o coach Pablo Marçal distribui nas redes sociais um formulário para cadastrar jornalistas para uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, em Goiânia. 

Agenda filantrópica

Em agenda pelo Entorno do DF nesta quarta-feira (4), o pré-candidato ao Senado Alexandre Baldy se reuniu com lideranças da Igreja Católica para discutir pautas sociais e filantrópicas. A proximidade de Baldy com autoridades religiosas reforça seu perfil conservador, além da facilidade em dialogar com diferentes segmentos religiosos. À medida que a corrida eleitoral se afunila e ganha corpo, Baldy pretende intensificar esses compromissos em sua programação política.

Curta


A Comissão de Direito Político e Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil promove o II Simpósio de Direito Eleitoral no dia 10 de maio.

Compartilhe: