Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Deputados mantêm preocupação com termos do RRF

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 27 de junho de 2019

A reunião fechada entre os 41 deputados com a secretária de
Economia, Cristiane Schmidt, realizada até a última noite na Assembleia
Legislativa, serviu para detalhar o projeto de adesão ao Regime de Recuperação
e Fiscal (RRF) e mostrar que a matéria enviada prevê apenas a autorização para
que o governo negocie por seis meses, enquanto suspende dívidas com bancos, os
termos do programa. Deputados da base e da oposição saíram convencidos de que o
texto deverá mesmo ser aprovado até a próxima semana, enquanto a LDO fica em
espera, sem necessidade de convocação extraordinária. No entanto, parlamentares
prometem atenção e independência para avaliar as futuras condições do RRF. “Privatização
de empresas públicas, direitos de servidores e limitações financeiras serão
debatidas uma a uma”, garante o ex-aliados Henrique Arantes (PTB), que aderiu à
oposição.

Amplo debate

Além da escolta do articulador de Caiado, Ernesto Roller, a
secretária Schmidt contou com a procuradora-geral, Juliana Prudente, e Anderson
Máximo (Casa Civil). A reunião ainda foi acompanhada por TCE, TCM e MPGO.

Continua após a publicidade

Prioridade

Deputados da base caiadista relataram à Coluna, após a
reunião, sentimento de que o governo poderá ter a adesão autorizada apenas para
se aproveitar do fôlego de seis meses, com folga de R$ 120 milhões por mês.

Ao futuro

Sendo assim, a gestão gastaria o tempo para negociar termos
junto ao governo federal, enquanto buscaria acordos alternativos com outros
poderes e o setor produtivo, para diminuir gastos e aumentar receita.

Produção

A Assembleia Legislativa aprovou na última noite o projeto
de Lei estadual que permite a extração de amianto em Goiás para exportação. O
texto do deputado Rubens Marques (PROS) segue para a sanção do governador.

Amplitude

Deixou de ser isolada a reclamação do deputado Vinícius
Cirqueira (PROS) sobre a atuação da Secretaria de Esporte. O plenário aprovou
requerimento de denúncia por crime de responsabilidade contra o titular, Rafael
Rahif.

Caroço no angu

O secretário teima em não apresentar informações sobre a
locação do estacionamento do estádio Serra Dourada. Vinícius diz que “o
governador tem popularidade, mas auxiliares assim o levarão para o buraco”.

Caos total

Em depoimento à CEI da Secretaria de Assistência Social
(Semas), a ex-titular Márcia Carvalho contou que “encontrou um caos total” na
pasta com prestadores atrasados há três meses, além de contas de água, luz,
telefone e aluguéis.

Memória

Márcia tem relação próxima com vereadores e chegou a assumir
cargo de diretoria na Câmara Municipal depois de deixar a secretaria. A CEI é
presidida por Felisberto Tavares (PR) e Anselmo Pereira (PSDB) é relator.

CURTAS

– Maior unidade de conservação de Goiânia, o Jardim Botânico
passa por revitalização e será entregue no dia 6 de julho.

– O é financiado por cooperativas, em parceria com a
prefeitura e coordenados pelo Sistema OCB/Sescoop-GO.

– Ao defender a privatização do Eixo Anhanguera,
Iris Rezende deu “nota zero” para o transporte em Goiânia. Concorda?