Coluna

Líder caiadista busca unidade, mas admite disputa interna

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 14 de fevereiro de 2020

O líder da base de Ronaldo Caiado na Assembleia Legislativa,
Bruno Peixoto (MDB), bateu ponto no evento do PDT em Goiânia, para o lançamento
de livro do presidente nacional, Carlos Lupi, e ontem em Catalão para a
filiação do prefeito Adib Elias ao Podemos. O deputado inaugurou atuação fora
dos gabinetes de articuladores governistas, que passam a definir metas para a
eleição de prefeitos e vereadores na Capital. O foco é fortalecer partidos que
passarão a ser o esteio do grupo ligado ao Palácio, já que Caiado foi eleito
sem o apoio de grandes siglas. “Peço paciência a todos. Nos próximos dias
estaremos orientando para os partidos da base, com número de votos e projeções
para elegermos um número maior de vereadores e prefeitos”. Segundo Bruno, o
governo deve indicar a formação de chapas proporcionais, mas os partidos têm
liberdade de lançar nomes próprios na majoritária.

Divisão

Na primeira eleição sem coligação nas chapas a vereador, o
líder da base admite que a ocorrência de disputa interna “natural”. “A base vai
buscar sempre unir, mas não terá a obrigatoriedade de ser apenas um candidato”.

Varrer para dentro

Em Goiânia, o governador mantém o apoio e a espera pelo
prefeito Iris Rezende (MDB). Enquanto isso, articuladores, como Bruno Peixoto,
se dedicam à filiação de lideranças a partidos considerados fiéis caiadistas.

Estimativa

Nas outras maiores cidades, a expectativa é de sejam
apresentadas duas ou até três candidaturas a prefeito de partidos ligados à
base governista.

Complicou

A chance de conversa entre o governador Ronaldo Caiado e o
secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, foi por
água abaixo. A agenda foi desmarcada em cima da hora pelo auxiliar de
Bolsonaro.

Conflito

Salim chegou a gravar vídeo com o deputado José Nelto
(Podemos) garantindo a reunião. “O pau vai quebrar”, antecipou o parlamentar à
Xadrez logo depois do bolo.

Em pauta

O secretário diverge do governador sobre a venda de ações da
Saneago e defende a comercialização de 51% da estatal. Além disso, não tem
escondido a insatisfação diante das críticas de Caiado privatização da Celg-D e
o trabalho da Enel.

Obras paradas

O Comitê Executivo Nacional para Apoio à Solução das Obras Paralisadas
lança na segunda-feira (17) o “Programa Integrado para Retomada de Obras – Destrava”,
que buscará soluções para a retomada de construções no Brasil.

Parceria

O programa será lançado no Centro Cultural Oscar Niemeyer,
em Goiânia, e tem liderança do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP),
que procura atuação integrada entre os órgãos de controle e poder judiciário.

CURTAS

Centrais sindicais
participam em Goiânia do “dia de luta em defesa do serviço público e contra
desmonte do INSS”.

– Concentração de Sintfesp, com apoio da CUT, CTB, Sintego,
SINDSAUDE e Sint-IfesGo ocorre em Aparecida às 8h30.

– Mesmo depois de extinto, o benefício da licença prêmio
voltou a ser regulamentada no judiciário por decreto do TJGO.

 

Compartilhe: