Coluna

Por Major Vitor Hugo, PL deve retirar apoio a Mendanha

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 26 de novembro de 2021

A aproximação do prefeito Gustavo Mendanha com partidos de esquerda, nas eleições de 2020, foi decisiva para bolsonaristas deixarem de lado a articulação para apoiá-lo como eventual candidato a governador, em 2022. Com isso, fica cada vez mais fortalecida a possibilidade de o deputado federal Major Vitor Hugo disputar o governo pelo Partido Liberal, com apoio do presidente Jair Bolsonaro e aval do presidente nacional do partido, Valdemar da Costa Neto. Interlocutores de Costa Neto, em Goiás, pontuam que a única chance de apoio a Mendanha só se daria se ele se filiasse ao PL, rompendo com legendas esquerdistas. Se isso não acontecer, a deputada federal Magda Mofatto (PL), que apoia o prefeito, terá de se contentar em apoiar um nome bolsonarista. Ou deixar a legenda. 

Nova rota  

Prestes a se filiar ao Partido Liberal, o presidente Jair Bolsonaro já comunicou ao presidente do partido, Valdemar da Costa Neto, que quer Tarcísio de Freitas, disputando o governo de São Paulo. Goiás, ao que tudo indica, vai sair do foco do ministro da Infraestrutura. Por enquanto. 

Palavra dada 

Em setembro, Valdemar Costa Neto gavou vídeo dando carta branca a Magda Mofatto para definir candidaturas e coligações em Goiás. resta saber se ele manterá a palavra. 

Moradia  

Com estimativa de beneficiar 40 mil pessoas, a Assembleia Legislativa começou a apreciar projeto do Governo que cria o Programa Pra Ter Onde Morar – Auxílio-Moradia, com parcela mensal de R$ 350 para pagar aluguel ou a prestação da casa própria. 

Chacota 

Em meio ao processo de pedido de prisão do padre Robson de Oliveira, pelo Superior Tribunal de Justiça, em conversa com um advogado, cujo áudio já está em poder do Ministério Público, o religioso diz ser chefe da quadrilha que desviava dinheiro da Afipe. 

Sem grana 

O presidente da Federação Goiana dos Municípios, Haroldo Naves (MDB), e o da Associação Goiana dos Municípios, Carlão da Fox (DEM), avisam, por meio de nota, que os municípios não terão dinheiro para arcar com o pagamento do piso salarial da enfermagem, aprovado pela Câmara dos Deputados. 

Em conjunto 

Tudo indica que haverá ato conjunto do deputado Paulo Cezar Martins e do senador Luiz do Carmo, que deixarão o MDB para filiação em um novo partido. O PSC pode ser uma das opções dos parlamentares. 

Profissão de risco 

Um ano após a morte dos advogados Marcus Chaves e Frank de Assis, em Goiânia, a Alego aprovou projeto do deputado Delegado Eduardo Prado (DC) que reconhece o risco da atividade profissional dos operadores do Direito. A matéria passa por uma apreciação no plenário para seguir à sanção da Governadoria. 

Em Anápolis 

O MDB retoma os encontros regionais no dia 4 dezembro, em Anápolis. O convite vem sendo feito pelo presidente do partido, Daniel Vilela.  

CURTAS 

– Está na pauta da Câmara de Goiânia projeto da vereadora Aava Santiago, presidente do diretório do PSDB, que institui no calendário do município o dia Marielle Franco de enfretamento da violência política de gênero.  

Compartilhe: