Coluna

Vereador cobra critério no MDB sobre novas filiações

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 04 de março de 2020

A menos de 24 horas para abertura da janela partidária, quando
vereadores podem trocar de sigla sem incorrer em infidelidade, ao menos 20 parlamentares
consideram migrar e pelo menos metade deles tem o MDB como destino almejado.
Avaliação geral é de que Iris Rezende, sendo ou não candidato, será “puxador de
votos” para a chapa proporcional, o que aumentaria a chance de reeleição na
disputa sem coligações. O partido, no entanto, não deve recebê-los de portas tão
abertas. “Nada na vida poder ser indiscriminado e é claro que nós temos de ter
critério”, alerta o emedebista Andrey Azeredo, que é unha e carne com o
presidente regional, Daniel Vilela. “Não concebo alguém que nesses últimos três
anos criticou de forma veemente o prefeito, a administração e nós membros do
MDB pedir arrego ao partido apenas porque não conseguiu viabilidade eleitoral
em outro”, rechaça Andrey.

Contas

A Câmara Municipal recebe hoje a prestação de contas da
secretária Municipal de Saúde, Fátima Mrué. Ela estará apresentará dados
referentes ao relatório do terceiro quadrimestre e o fechamento de 2019.

Exigências

Pela lei, deve ser mostrado “relatório detalhado” com montante
e fonte dos recursos aplicados, auditorias realizadas, além dos dados sobre os serviços
públicos na rede própria, contratada e conveniada.

Comando

A reunião será coordenada pela vereadora Priscilla Tejota
(PSD) que preside a Comissão de Saúde. Agenda para 14 horas, na Sala das
Comissões.

Ficou na ameaça

O presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira
(PSB), descartou ontem regulamentar o corte de ponto dos deputados que faltarem
sessões ordinárias sem justificativa. A base se fez presente e três vetos foram
votados.

No papo

“Sempre disse que minha prioridade era o diálogo e que
regulamentaria o corte de ponto caso não houvesse quórum nesta semana. É uma
medida extrema que, por enquanto, não será tomada”, definiu.

Reações

Enquanto Cairo Salim considera deixar o PROS, depois do
abandono de Wilder Morais, os outros deputados, Vinícius Cirqueira e Wagner
Neto consideram ficar, desde que a nova direção não interfira em suas bases
pelo estado.

Precedente

A bancada ainda não se reuniu para debater o assunto, mas é
unânime a insatisfação com Samuel Almeida no comando. Parlamentares tomam como
exemplo a passagem frustrada do ex-deputado na secretaria de Governo, em
Goiânia.

Nova casa

O senador Vanderlan Cardoso troca hoje o PP pelo PSD, em
Brasília. Em vídeo com Ciro Nogueira (PP) disse sair “por questões regionais” e
“com o coração partido”.

CURTAS

– O LIDE Futuro realiza nesta quinta-feira programação
especial com foco no empreendedorismo feminino, em Goiânia.

– O evento conta com participação da CEO da Cervejaria
Colombina, Patrícia Mercês, com direito a visita à fábrica da marca.

– A FAEG debate hoje e amanhã a tecnologia no campo para aumentar
a produção de alimentos no II Innovation Day.

 

Compartilhe: