Prêmio Empresa Inovadora, organizado pela UFG, reconhece protagonismo feminino e sustentabilidade

Postado em: 04-05-2021 às 15h59
Com participação do reitor da universidade, cerimônia de premiação ocorrerá na quarta-feira (05/5) | Foto: reprodução

Com cerimônia de premiação marcada para a quarta-feira (05/5), a Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação premiará empresas e empreendedores por reconhecimento em protagonismo feminino e sustentabilidade. Em organização com Diretoria de Transferência e Inovação e Tecnologia (DTIT), Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG (CEI/UFG) e Sebrae Goiás, a cerimônia acontecerá via Google Meet e conta com a presença do reitor da UFG, Edward Madureira e outras lideranças da universidade e de instituições parceiras. Para participar basta acessar o link, clicando aqui.

Na ocasião será premiada a Biogyn Soluções Entomológicas, na categoria de empresa incubada e também Luna Greentech, pela produção de insumo sustentáveis para cosméticos, na categoria empresa graduada. Uma comissão nomeada pela PRPI e composta por representantes do CEI, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis (FUNTEC), do Sebrae-GO e do Parque Tecnológico Samambaia da UFG – PTS/UFG foi a responsável pela avaliação.

A Evolução da carteira de clientes e do faturamento, caráter inovador, geração de postos de trabalho, parcerias estabelecidas, distinções ou premiações recebidas de entidades externas à UFG foram os critérios estabelecidos pelo edital.

Protagonismo feminino

A pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação (PRPI) e diretora de Transferência e Inovação Tecnológica da UFG, Helena Carasek, destaca a representatividade de organizações comandadas por mulheres. “É uma satisfação para a UFG reconhecer projetos tão importantes no contexto do empreendedorismo sustentável, com poder de inspirar outras mulheres e melhorar a vida das pessoas”, enfatiza. 

Rizia Andrade, CEO da Biogyn, afirma que o reconhecimento, sobretudo em tempos de crise, é muito valioso. “Bastante motivador, tivemos vários aprendizados neste período”, comemora. Nathalia Pedroso, CEO da Luna, lembra que o apoio da UFG, por meio do CEI, é muito importante para fomentar o empreendedorismo.” Agradecemos por todas as oportunidades que a Universidade nos oferece nessa trajetória em busca nossos ideais” conclui.

Por: Redação
Compartilhe: