Estudo indica que 63% dos casos por covid-19 no Brasil correspondem a variante Delta

Postado em: 09-09-2021 às 15h07
Por: Luan Monteiro
Goiás confirmou 55 casos e 2 óbitos em decorrência da cepa; no Brasil, variante só não foi identificada em 2 estados | Foto: Reprodução

A variante Delta, originaria da Índia, já corresponde a 63% das infecções ativas no Brasil. O dado é da Rede Corona-ômica, formada por pesquisadores de todo o país e veiculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Segundo a Secretaria de Estado e Saúde de Goiás (SES-GO), já foram confirmados, até o momento, 55 casos e 2 óbitos em decorrência da cepa indiana em Goiás.

De acordo com a pesquisa, a linhagem da doença ainda não foi identificada em apenas dois estados, Acre e Roraima, onde há casos em investigação. Quase a totalidade dos 37% dos outros casos ativos no país são da variante P1, de Manaus.

O coordenador da Rede Corona-ômica, Fernando Spilki, avalia que a presença da Delta no país é um padrão já mostrado na Europa. “Provavelmente a imunidade de curta duração que tivemos com o surto de grandes proporções de Gamma atrasou a disseminação da Delta, mas o caminho dela está bem determinado em vários estados, deslocando outras variantes. Principalmente, desalojando a Gamma e ocupando protagonismo. Felizmente não temos ainda aumento do número de casos, exceto no Rio de Janeiro. Mas isso ainda pode ocorrer nas próximas semanas”, explica.

Segundo a Secretaria de Saúde de Goiás, já foram confirmados 55 casos e 2 óbitos em decorrência da variante Delta em Goiás. A secretaria informou, também, que os casos foram confirmados em Santo Antônio do Descoberto (01), Valparaíso (01), Novo Brasil (01), Palestina de Goiás (01), Pires do Rio (01). São João da Aliança (02), Mimoso de Goiás (02), Urutaí (02), Goiânia (15), Aparecida de Goiânia (26) e Nerópolis (01).

Os óbitos pela variante foram confirmados em Palestina e Aparecida de Goiânia. Em Goiânia e Aparecida de Goiânia, a transmissão da cepa já é considerada comunitária.

Compartilhe: