Governo Bolsonaro gasta 5 vezes menos com combate à pandemia em 2021 na comparação com 2020

Postado em: 12-04-2022 às 18h04
Por: Augusto Diniz
No primeiro ano da crise sanitária de covid-19 no Brasil, Palácio do Planalto aplicou R$ 524,2 bilhões. Em 2021, o total do recurso usado para enfrentar a doença caiu para R$ 102,49 bilhões | Foto: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi ao Twitter nesta terça-feira (12/4) divulgar dados do combate à pandemia da covid-19 feito pelo governo federal. “Foram bilhões de reais em repasses e renegociações de dívidas durante a pandemia permitiram o combate ao covid, o salvamento de milhões de vidas e também a saúde financeira de estados e municípios.” Bolsonaro destacou, entre os números, R$ 626,51 bilhões em gastos extraordinários para enfrentamento do coronavírus.

O que o presidente esqueceu de contar foi que o tamanho dos gastos com a pandemia caíram 5,11 vezes de 2020 para 2021 no Palácio do Planalto, como mostra o Portal da Transparência da União. Enquanto os recursos extraordinários usados para combater a covid-19 no primeiro ano da crise sanitária chegaram a R$ 524,02 bilhões, em 2021 o total aplicado atingiu apenas R$ 102,49 bilhões. Se em 2020, o dinheiro usado para atender necessidades geradas pela crise sanitária representou 15,85% dos gastos do governo federal, no ano seguinte esse percentual caiu para 2,8%.

Enquanto em 2021 o governo federal colocou apenas 19,55% do valor gasto em 2020 no combate à pandemia da covid-19, as mortes causadas pela doença no País aumentaram 3,17 vezes de dois anos atrás para o ano passado. Em 2020, o Brasil confirmou 194.976 óbitos por covid-19. Já no ano de 2021, as vítimas da pandemia chegaram a 619.109, 424.133 só no ano passado. As mortes de 2020 representam 45,97% das pessoas que perderam a vida para a doença em 2021. “Assim puderam ser salvos milhões de vidas e de empregos”, declarou Bolsonaro no Twitter.

Queda nos repasses aos Estados

Para o presidente da República, “muitos municípios e Estados foram prejudicados com a política irresponsável do ‘fecha-tudo’, adotada por prefeitos e governadores”. Mas Bolsonaro não contou que sua gestão também reduziu os repasses aos governos estaduais e prefeituras para combater a covid-19 de 2020 para 2021.

Em Goiás, o governo Ronaldo Caiado (União Brasil) recebeu R$ 1,33 bilhão da gestão Bolsonaro para ações de combate à pandemia da covid-19 em diferentes áreas no ano de 2020. Em 2021, os repasses federais para o Estado caíram para R$ 318 milhões, o que representa 23,3% do dinheiro enviado no ano anterior.

Redução de verba aos municípios

Quando o assunto é repasse do governo Bolsonaro aos municípios goianos para combater a pandemia, a União enviou 4,78 menos verba extraordinária destinada ao enfrentamento do coronaívrus em 2021 na comparação com 2020. Há dois anos, a União destinou R$ 1,024 bilhão às cidades goianas. No ano passado, o recurso total caiu para R$ 214 milhões, o que dá apenas 20,89% do que foi gasto em 2020 no combate à pandemia em verba federal para os municípios de Goiás.

Compartilhe: