PMs que abordaram jovem encontrado morto estão envolvidos em outros casos de mortes em Goiás

O levantamento foi feito pelo G1, no sistema de busca pública do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

Postado em: 18-08-2022 às 16h50
Por: Lorenzo Barreto
O sistema aponta que, três, dos quatro policiais, estão envolvidos na morte de uma mesma pessoa | Foto/Reprodução

Os policiais militares que abordaram o jovem Henrique Alves Nogueira estão envolvidos em outros casos de homicídios em Goiás. O levantamento foi feito pelo G1, no sistema de busca pública do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

Segundo a Polícia Civil, os policiais são: sargento Cleber Leandro Cardoso, cabo Guidion Ananias Galdino, soldado Kilber Pedro Morais e Mayk Da Silva Moura. Eles foram presos na noite de terça-feira (16). Conforme o sistema Processo Judicial Digital (Projudi) em busca pública de processos do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) são, ao menos, oito processos por homicídio em que os nomes dos policiais estão envolvidos. Isso, sem contar com o caso do jovem Henrique.

  • Guidion Ananias Galdino – aparece em 5 processos por homicídio, um por lesão leve e outro por ameaça;
  • Kilber Pedro Morais – aparece em um processo por homicídio, dois por lesão leve e um por fato atípico;
  • Cleber Leandro Cardoso- aparece em dois processos por homicídio e um por lesão leve;
  • Mayk Da Silva Moura– aparece em dois processos por homicídio.

O sistema aponta que, três, dos quatro policiais, estão envolvidos na morte de uma mesma pessoa, identificada com as iniciais KGBA, são eles: Guidion, Kilber e Mayk. Já em um outro processo pela morte de outra pessoa, identificada com as iniciais RAR, estão envolvidos: Guidion e Mayk.

Veja Também