Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Após denúncia de avó, padrasto é preso suspeito de assediar criança em Goiânia

Durante a prisão, os policiais encontraram com o investigado um simulacro de arma de fogo

Postado em: 07-12-2022 às 18h24
Por: Ana Bárbara Quêtto
Durante a prisão, os policiais encontraram com o investigado um simulacro de arma de fogo | Foto: Divulgação

Um homem de 31 anos foi preso de forma preventiva, suspeito de abusar sexualmente de uma criança de 7 anos, em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, ele seria padrasto da vítima.

A investigação foi deflagrada após a denúncia feita pela avó materna da criança, que notou sinais de puberdade precoce nela. Segundo o delegado Wesley Silva, a avó procurou a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) da capital goiana.

Preocupada, na denuncia, a mulher revelou que a vítima estava com período menstrual ativo. “No decorrer da investigação foi possível verificar que de fato ela teria sido submetida a violência”, disse o delegado.

Continua após a publicidade

Leia também: PM fecha casa usada como laboratório de drogas, em Nerópolis

A polícia informou que, durante os procedimentos de encaminhamento e atenção à criança abusada, os agentes identificaram o autor das violências sexuais, que seria o ex-padrasto da mesma.

O homem é natural do estado do Pará e, inclusive, estava em processo de fuga para o estado do norte. “Após o cumprimento da prisão ele confessou a prática do crime, fazendo menções as conjunções carnais ocorridas”, completou o delegado. 

Durante a prisão, os policiais encontraram com o investigado um simulacro de arma de fogo, que foi apreendido pela equipe e integrará o inquérito policial. Com isso, o preso foi recolhido à unidade prisional e está à disposição do Poder Judiciário.

Leia também: Vereador é preso suspeito de atirar contra rosto de cachorro, em Itajá

Veja Também