Prorrogado prazo para conclusão de estudo da Reforma Trabalhista

Comissão será composta por nova ministros, responsáveis por discutir dispositivos introduzidos na CLT

Postado em: 19-04-2018 às 12h33
Por: Guilherme Araújo
Comissão será composta por nova ministros, responsáveis por discutir dispositivos introduzidos na CLT

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Brito Pereira, concedeu, nesta quarta-feira (18), 30 dias de prorrogação de prazo para a conclusão dos trabalhos da comissão de ministros criada para estudar a aplicação da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/17) e apresentar conclusões ao Tribunal. 

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social (SCS), a extensão do prazo foi solicitada pelo presidente da comissão, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, dada a necessidade de prosseguimento nos estudos dos temas envolvidos. 

Continua após a publicidade

Desde que foi criada, em fevereiro, a comissão, composta por nove ministros, se reúne periodicamente para analisar os dispositivos recentemente introduzidos na Consolidação das Leis do Trabalho. Entre os temas principais em estudo estão o equacionamento de questões relativas ao direito intertemporal e à transcendência. 

Veja Também