Falta de energia faz com que cidadãos tenham muitos prejuízos

Pessoas que vivem no Setor dos Estados reclamam que ficaram sem serviço, mesmo pagando contas. Empresa relata que está trabalhando para normalizar situação.

Postado em: 20-04-2018 às 16h49
Por: Katrine Fernandes
Pessoas que vivem no Setor dos Estados reclamam que ficaram sem serviço, mesmo pagando contas. Empresa relata que está trabalhando para normalizar situação.

Moradores de Aparecida de Goiânia reclamam de falta de
energia intermitente que ocorre há cerca de dez dias do Setor dos Estados, na
Região Metropolitana da capital. Segundo eles, mesmo pagando as contas, o
serviço vai e volta, dificultando tarefas básicas e prejudicando comerciantes
da região.

A dona de casa Ivandes Bispo Dias Couto, de 46 anos, mora na
região e conta que a falta de energia elétrica tem causado prejuízos para todos
os moradores. “A energia está entre idas e vindas há dias. Estou sem geladeira,
sem chuveiro, minha máquina de lavar roupa. O celular meu marido está carregando
no carro. Infelizmente tem mesmo muito ‘gato’, o transformador é pequeno e não
aguenta a carga. A população não tem nada a ver com isso e, mesmo pagando as
contas, fica a ver navios”, reclamou.

Continua após a publicidade

Já o comerciante Alessandro Barros, que tem um mercado no
bairro, precisou descartar todos os alimentos que mantinha na sessão de frios.
Segundo ele, as constantes quedas de energia inviabilizam que ele mantenha
produtos à venda que dependam de refrigeração. “Perdi tudo que estava no
freezer. Minhas carnes todas [tive que jogar fora]”, afirmou.

Resposta

Segundo Enel, empresa responsável pelo fornecimento do
serviço, afirma que a causa das interrupções é devido a mais de 800 ligações
clandestinas que sobrecarregam a rede e prejudicam os clientes regulares, isso ocasionou
200 interrupções na região só este ano. A companhia relatou que tentou resolver
o problema na terça-feira (17), mas que os técnicos foram ameaçados e
precisaram solicitar apoio policial para realizar os reparos.

Porta voz da Enel, Tiago Nunes relatou que a companhia está
tentando resolver o problema e alerta que os “gatos” também representam risco à
população que vive na região.

“Os nossos clientes estão sendo prejudicados em função
dessas ligações clandestinas. De janeiro até agora tivemos 200 faltas de
energia nesse bairro em função das ligações clandestinas por excesso de carga
nos transformadores. Além de prejudicar o cliente regular, tem risco de
acidente, fiação no meio da rua, acidente a criança, com automóvel. Tudo isso
prejudica a população”, disse.

Veja nota da Enel na íntegra:

A Enel Distribuição Goiás esclarece que equipes da companhia
retiraram na última terça-feira (17) ligações clandestinas dos transformadores
do Setor dos Estados II, em Aparecida de Goiânia. A empresa esclarece que
precisou de apoio da polícia local para garantir a segurança dos técnicos da
companhia.

A distribuidora acrescenta que as recentes interrupções de
energia na região ocorreram devido às ligações clandestinas conectadas no
local, que sobrecarregam a rede e prejudicam os clientes regulares. A
distribuidora ressalta que, além de ser crime, a manipulação ilegal da rede
elétrica apresenta sérios riscos de acidentes e prejudica o fornecimento de
energia.

A Enel acrescenta, ainda, que por orientação do Ministério
Público, não pode construir ou ampliar a rede elétrica em parte do setor por se
tratar de uma área de preservação ambiental. A empresa ressalta que uma reunião
com a Prefeitura de Aparecida de Goiânia já está agendada para tratar o tema.

Com Informações do G1 Goiás

Veja Também