Detran inaugura nova pista de prova na Avenida Noroeste

A pista visa proporcionar uma melhor formação ao condutor e oferecer conforto e comodidade a candidatos e instrutores

Postado em: 24-04-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
A pista visa proporcionar uma melhor formação ao condutor e oferecer conforto e comodidade a candidatos e instrutores

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO) inaugurou ontem uma pista de prova prática de carro e motocicleta na Avenida Noroeste, região que leva o mesmo nome da avenida. Os candidatos à CNH categoria “a” vão poder escolher fazer a prova na nova sede do Detran ou na região Noroeste da Capital goianiense. A área já conta com a nova pista do Fonte Nova, que atende apenas provas de carro. 

A pista visa proporcionar uma melhor formação ao condutor e oferecer conforto e comodidade a candidatos e instrutores. A nova estrutura está localizada no fundo do supermercado Makro. O circuito de motocicleta passa a exigir maior habilidade do candidato. Ele vai precisar fazer trajeto comum, rampa e transitar por uma área de desenvolvimento, que o obrigará a trocar marchas por várias vezes. 

Continua após a publicidade

CNH Digital

Em outubro, o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) anunciou que iria emitir cerca de 100 mil unidades da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) até o fim de 2017. As solicitações para emissão da CNH Digital, como é popularmente conhecida, já estão disponíveis a todos os condutores no Estado de Goiás. Até o dia 31 de dezembro, a requisição é gratuita. A partir de 2018, o serviço já tem custo de R$ 10.

Mas nem todos os motoristas vão ter direito de pedir o documento eletrônico. Para solicitá-lo, é necessário que o condutor já possua a CNH com QR Code – código específico para ser lido por aparelhos eletrônicos – que estão sendo emitidas desde o mês de maio do ano passado. Quem tem o documento, por sua vez, só vai ter acesso ao benefício caso passe por revalidação ou alteração processual, como mudança de categoria. 

A CNH digital foi lançada, em Brasília e, num primeiro momento, passou a funcionar apenas em Goiás. O Ministério das Cidades prevê que o documento seja oferecido em todo o Brasil até fevereiro do ano que vem. Em Goiás, a taxa para emissão da CNH impressa é de R$ 133,25, mas quando trata-se da primeira habilitação o valor sobe um pouco, atingindo R$ 189,91. (Marcus Vinícius Beck é estagiário do jornal O hoje, sob orientação do editor de Cidades Rhudy Crysthian) 

Veja Também