Região Norte de Goiás sai da situação de calamidade

Postado em: 08-03-2021 às 08h30
Por: Augusto Sobrinho
Somente as regiões Norte e Nordeste II (laranja) saíram do estado de calamidade | Foto: Divulgação

Daniell Alves

Após a região Nordeste II sair do estado de calamidade, agora foi a vez da região Norte, de acordo com dados da plataforma da Secretaria de Saúde (SES-GO). As duas regiões estão em situação crítica. O restante segue em estado de calamidade por conta da alta quantidade de casos e falta de vagas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). 

A plataforma monitora o território goiano, apresentando um mapa de calor para determinar medidas de combate à Covid. A Região Norte possui os seguintes municípios: Campinaçu, Bonópolis, Estrela do Norte, Formoso, Minaçu, Montividiu do Norte, Mundo Novo, Mutunópolis, Novo Planalto, Porangatu, Santa Tereza de Goiás, São Miguel do Araguaia e Trombas.

Já a região Nordeste II, também melhorou a situação diante do cenário de pandemia. Esta inclui as cidades de Alvorada do Norte, Buritinópolis, Damianópolis, Guarani de Goiás, Iaciara, Mambaí, Nova Roma, Posse, São Domingos, Simolândia e Sítio D’Abadia.

A SES tem atualizado a classificação das regiões, conforme o mapa de risco, para apontar quais possuem a incidência da Covid-19 está mais elevada. São previstas três situações: alerta (amarelo), crítica (laranja) ou calamidade (vermelho). A partir da divisão de cada localidade, a intenção é que os municípios adotem medidas de combate e controle da Covid-19, com procedimentos padronizados. 

De acordo com a pasta, a classificação das regiões leva em consideração seis indicadores, divididos da seguinte maneira: velocidade de contágio no tempo (Rt); incidência de casos de síndrome respiratória aguda grave e variação de mortalidade por Covid-19, para avaliar a aceleração do contágio, e as taxas de crescimento de solicitações de leitos de UTI, de ocupação de leitos de UTI, e de ocupação de leitos de enfermaria, públicos e privados, dedicados para pacientes com Covid-19, para avaliar a sobrecarga do sistema de saúde.

Alto índice de casos

Em Goiânia, a testagem de antígeno da Covid-19, realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), registrou mais uma semana de alta nos casos positivos para o novo coronavírus. O índice geral de positividade chegou a 15,6%. As regiões com maior número de casos positivos foram Norte, com 24,6% no CSF São Judas Tadeu, Sudoeste com 21,6% no CSF Residencial Itaipu e Noroeste com 19,3% no CSF Novo Planalto. A ação aconteceu em 11 unidades de Saúde do município localizadas em várias partes da Capital. 

“Percebemos um aumento significativo nas últimas semanas, muitos que têm procurado os locais para realizar o teste já estão com sintomas. A estratégia foi utilizar pontos espalhados na cidade para atender o maior número de pessoas, mas os casos só aumentam, explica a diretora de Vigilância Epidemiológica, Grécia Carolina Pessoni. (Daniell Alves, especial para O Hoje).

Compartilhe: