Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

As 5 melhores novelas de época para você assistir na Globoplay

Pronto para reviver os anos dourados da Rede Globo?

Postado em: 17-10-2023 às 12h39
Por: Maria Gabriela Pimenta
Imagem Ilustrando a Notícia: As 5 melhores novelas de época para você assistir na Globoplay
Novelas antigas da Globo | Foto: reprodução

Há um consenso entre os noveleiros que as novelas de época são as melhores e que as produções mais antigas da Globo superam infinitamente as de hoje em dia. Seja em atuação, roteiro e direção. As novelas antigas são inesquecíveis. Essas sim “valem a pena ver de novo”!

Um ponto positivo sobre a evolução dos streamings é que você não precisa torcer e implorar por um reprise. Você pode simplesmente acessar sua conta no aplicativo e assistir a sua novela preferida onde, quando e quantas vezes quiser. E também na velocidade que a sua rotina te permite.

Veja agora a lista com as 5 melhores novelas de época para você assistir na Globoplay:

Continua após a publicidade

1 – O Cravo e a Rosa

De autoria de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira e direção-geral de Walter Avancini, “O Cravo e a Rosa” foi exibida de 2000 a 2001.

Trata-se de uma comédia romântica inspirada no clássico “A Megera Domada”, de William Shakespeare, ambientada na São Paulo dos anos 1920 e que narra o tumultuado romance entre o rude caipira Petruchio (Eduardo Moscovis) e a geniosa Catarina (Adriana Esteves), moça com ideias feministas, filha mais velha do banqueiro Nicanor Batista (Luís Melo).

2 – Escrava Isaura

A novela foi transmitida em 1976. A história se passa na década de 1850, durante as lutas abolicionistas que ocorriam no Brasil.

Na trama, a escrava branca Isaura (Lucélia Santos) é órfã desde o nascimento e sempre foi amparada por Ester (Beatriz Lyra), sua senhora, que a educou como moça da corte. O filho dela, Leôncio (Rubens de Falco), se torna o administrador dos bens da família após a morte de Ester. O detalhe é que ele é apaixonado pela escrava e decide aplicar castigos à escrava por não ter seu amor correspondido.

3 – Cabocla

A novela foi transmitida a primeira vez em 1979. A história retrata o início dos anos 20.

Na trama, Luís Jerônimo (vivido por Fabio Jr. na primeira versão, e Daniel de Oliveira na segunda) é um advogado que está com tuberculose e é enviado para a fazenda do coronel Boanerges, em Vila da Mata, no Espírito Santo. Lá, ele conhece Zuca (Gloria Pires na versão inicial, e Vanessa Giácomo na de 2004), afilhada do coronel e noiva do peão Tobias, que não se conforma com a possibilidade de perder a cabocla.

A novela foi inspirado no romance homônimo de Ribeiro Couto, escritor da primeira fase do Modernismo.

4 – Sinhá Moça

Inspirada no romance “Sinhá-Moça”, de Maria Dezonne Pacheco Fernandes, a trama escrita por Benedito Ruy Barbosa se passa em 1886, em Araruna, pequena cidade do interior paulista, dois anos antes da promulgação da Lei Áurea. Sinhá Moça (Lucélia Santos) é filha do poderoso Coronel Ferreira (Rubens de Falco), o escravocrata Barão de Araruna, e de Cândida (Elaine Cristina). Sonhadora e romântica, ela se apaixona por Rodolfo (Marcos Paulo), um ativo republicano abolicionista. Ela conhece o rapaz no trem, quando viaja de volta a Araruna depois de terminar seus estudos na capital da província.

A novela ganhou um remake em 2004, tendo texto de Ruy Barbosa, com colaboração das filhas dele, Edmara e Edilene Barbosa.

5 – A Força de um Desejo

A trama, exibida em 1999, foi inspirada em três romances do visconde de Taunay: “A Retirada da Laguna”, “Inocência” e “A Mocidade de Trajano”. A história retrata a segunda metade do século XIX, em que várias mudanças políticas e econômicas estavam em andamento no Brasil, como o movimento abolicionista e o desenvolvimento do agronegócio.

A novela conta, bem à moda dos folhetins tradicionais, a história de um romance impossível. Depois, a partir do assassinato de um dos personagens principais, a novela ganha ares de história policial, com suspeitos, investigações, pistas falsas, mortes misteriosas e reviravoltas surpreendentes. Com Malu Mader, Fábio Assunção, Cláudia Abreu e Sônia Braga no elenco, a novela tem autoria de Gilberto Braga e Alcides Nogueira.

Leia também:

Veja Também