Michael Bloomberg admite concorrer às eleições presidenciais dos EUA

Postado em: 09-02-2016 às 01h16
Por: Redação
Em janeiro, o New York Times noticiou que Bloomberg poderia concorrer como independente e ter a candidatura financiada

O bilionário Michael Bloomberg, ex-presidente da Câmara de Nova York e proprietário do grupo de informação financeira homônimo, admitiu hoje (8), em declarações ao Financial Times, que pode concorrer às eleições presidenciais nos Estados Unidos.

A entrada do republicano reconfiguraria o campo de candidatos do seu partido, que tem sido dominado por Donald Trump, mas onde também disputam os senadores Ted Cruz e Marco Rubio. Como justificativa para sua candidatura, Bloomberg falou sobre o nível “banal” dos discursos e debates, classificando-os como “ultraje” e “insulto” para os eleitores.

Em janeiro, o New York Times noticiou que Bloomberg poderia concorrer como independente e ter a candidatura financiada por US$ 1 bilhão de uma fortuna estimada entre US$ 39 bilhões e US$ 49 bilhões.

A possibilidade da entrada de Bloomberg na corrida presidencial levou, no passado, Ted Cruz a declarar-se “muito feliz” e o candidato democrata Bernie Sanders a comentar que os Estados Unidos estão “movendo-se de uma democracia para uma oligarquia”. (EBC) (Foto: Beth Santos/ PCRJ/ fotos Publicas) 

Compartilhe: