Vereadores de Aparecida abandonam Mendanha

Postado em: 18-06-2022 às 08h35
Por: Thauany Melo
Ao anunciar apoio ao governador, vereador Elio Bom Sucesso revelou que entre 2 e 4 colegas da Câmara, seguirão, em breve, os seus passos | Foto: Reprodução

Partido do pré-candidato a vice-goveradoria na chapa de Ronaldo Caiado (UB), Daniel Vilela, o MDB está fortalecendo as articulações em Aparecida de Goiânia. Nos últimos dias, os vereadores da mesma legenda, Gilsão Meu Povo e Élio Bom Sucesso, bateram o martelo e decidiram apoiar a reeleição do atual governador de Goiás. Os dois faziam parte da base de Gustavo Mendanha (Patriota) na Câmara Municipal.

Ao anunciar o apoio ao governador, o vereador Elio Bom Sucesso revelou que entre 2 e 4 colegas da Câmara Municipal aparecidense seguirão, em breve, os seus passos. Apesar de não ter dado nomes, especula-se que o presidente da Casa, André Fortaleza (MDB) possa seguir esse caminho.

Caso Fortaleza decida por declarar apoio a Caiado, ele pode levar um número considerável de apoiadores, haja vista sua força na Casa. Vale ressaltar que a bancada do MDB tem 6 membros. Além de Fortaleza, Gilsão Meu Povo e Élio Bom Sucesso, também fazem parte: Aldivo Araújo, Arnaldo Leite e Gleison Flávio. Fortaleza, no entanto, negou a informação de que poderia abandonar Mendanha e segue um forte aliado no município.

Ex-deputado e um dos aliados de Daniel em Aparecida, Euler Morais afirmou que a conversa com os parlamentares segue tranquila, “sem afobação”. “Está em processo de conversação, esperamos alguns outros [apoios]”, declarou. 

A força de Mendanha na Câmara municipal era amparada por vínculos empregatícios de indicados de vereadores, fato esse sustentado por seu sucessor, Vilmar Mariano (Patriota).  “É claro que muitos relutam um pouquinho em função das pressões que sofrem, de demissões de alguns cargos. Por outro lado, também tem alguns que estão dispostos a aderir, na expectativa de ter espaço no governo, que, em geral, é mais atrativo. Mas essa não é uma questão apenas de cargo, é, também, de convicção”, afirmou Euler Morais.

Euler ressalta que Daniel Vilela é o sucessor de Maguito, que deixou um legado no município ao chefiá-lo por dois mandatos. “A gente deve resgatar a memória de quem, de fato, fez transformações em Aparecida”, reforçou. Sobre os adversários além de Mendanha, Euler declarou que, a respeito do voto da população, enxerga grandes possibilidades para o atual governador de Goiás. 

“O que nós estamos percebendo é que, realmente, uma parcela da população, por uma questão até emocional e talvez provinciana, pois o Gustavo é de Aparecida, consideram votar nele. Mas uma outra parcela significativa pensa em votar no Caiado”, disse.

Aparecida de Goiânia

A força de Aparecida nas eleições pode ser demonstrada com o pleito de 2018,  quando o município elegeu dois deputados federais, o professor Alcides (PL) e o Glaustin da Fokus (PSC). Ambos vão disputar reeleição.

A participação do município no processo eleitoral é exponencial, já que se trata do segundo maior colégio do Estado, com conta exatos 280.849 eleitores na contagem da Justiça Eleitoral – atrás apenas de Goiânia, com 957.161 votantes

Compartilhe: