Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Bolsonaro fala em pagar 13º do Auxílio Brasil para 17 milhões de mulheres

O eleitorado feminino é aquele que Bolsonaro enfrenta maior rejeição

Postado em: 04-10-2022 às 11h15
Por: Mariana Fernandes
Imagem Ilustrando a Notícia: Bolsonaro fala em pagar 13º do Auxílio Brasil para 17 milhões de mulheres
Para obter sucesso na promessa, Bolsonaro precisará aprovar um projeto de lei no Congresso | Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta terça-feira (4), que caso seja reeleito, vai pagar o 13º salário do Auxílio Brasil a 17 milhões de mulheres chefes de família no ano que vem. O eleitorado feminino é aquele que Bolsonaro enfrenta maior rejeição.

“Já está acertado [o 13º do Auxílio Brasil]. Só para as mulheres, são 17 milhões a partir do ano que vem”, disse Bolsonaro em coletiva de imprensa nesta terça-feira. “Até por ser ano eleitoral, você não pode tratar desse assunto agora. É proibido pela lei eleitoral. A partir do ano que vem, 13º para o Auxílio Brasil”, completou.

O candidato a reeleição reforçou algumas medidas em prol das mulheres e completou que há uma narrativa contra ele no que diz respeito à esse público. A avaliação dada, foi de que mesmo com o aumento de R$ 600 , pouco explorado na campanha do primeiro turno, precisa ser mais bem trabalhada na segunda etapa do pleito.

Continua após a publicidade

Para obter sucesso na promessa, Bolsonaro precisará aprovar um projeto de lei no Congresso. Em março, o senador Alexandre Silveira (PSD-MG) apresentou uma proposta no mesmo sentido, mas não avançou. O principal objetivo ao explorar o Auxílio Brasil, é converter votos de eleitoras mulheres, e assim superar seu adversário, o ex-presidente Lula.

Veja: Polícia investiga áudio racista em grupo de WhatsApp de Cachoeira Alta

Veja Também