Sexta-feira, 03 de fevereiro de 2023

Irmão de Luciano Huck revela ter sido estuprado duas vezes; “Me reprimia na hora de caminhar”

O primeiro episódio de violência sexual ocorreu aos 14 anos, durante uma festa em uma boate

Postado em: 01-09-2022 às 17h24
Por: Ícaro Gonçalves
O primeiro episódio de violência sexual ocorreu aos 14 anos, durante uma festa em uma boate | Foto: Reprodução

Fernando Grostein, irmão de Luciano Huck, revelou em entrevista que foi vítima de dois estupros. Fernando tem 41 anos e é diretor de cinema. Ele disse a imprensa que os episódios de preconceito começaram ainda adolescente, aos 12.

Na época, ele apareceu em uma reportagem de TV falando sobre sua paixão por flores. Na matéria, Fernando dizia como as plantas o ajudaram a lidar com o luto pela morte do pai, o jornalista Mário de Andrade. A partir disso, ele começou a receber ameaças.

“Foi uma matéria linda sobre um menino que cultivava plantas para escapar da dor do luto. Fiquei feliz e orgulhoso, mas houve um efeito colateral: a reportagem virou a minha vida de ponta-cabeça. Passei a ser chamado de “florzinha” na escola. A minha voz e meu jeito de andar foram alvos de piada”, disse.

Continua após a publicidade

Leia também: Após afundar barco de ribeirinho e estragar seu motor, Luciano Huck vira alvo de memes na internet

“É o tipo de ataque que resulta extremamente cruel, porque nesse momento da vida não temos noção clara sobre a sexualidade, qualquer sexualidade. (…) Foi como se eu estivesse pelado de repente, no meio do colégio e cercado pela multidão de alunos. Mesmo os que diziam ser “legal” eu gostar de plantas, falavam isso com um sorrisinho no canto da boca. Sofri preconceito inclusive da parte dos professores”, contou Fernando.

Foi então que aconteceu o primeiro abuso. “Fui estuprado pela primeira vez. Eu era um adolescente com traços bastante andróginos. Quando tinha 14 anos, durante uma festa em uma boate, homens me seguraram à força e penetraram meu ânus com o dedo. Desde então, passei a anular o meu modo de ser: empostava a voz, para fazê-la mais grossa, e me reprimia na hora de caminhar, para parecer mais masculino. Nas festas, evitava dançar, para não associarem meus modos com o que rejeitavam. Passei até a reproduzir falas machistas e homofóbicas, a fim de esconder minha verdadeira identidade”, disse.

Fernando declarou que a segunda violência sexual aconteceu tempos depois, quando ele tinha 28 anos. “Fui estuprado mais uma vez, porém sobre este episódio não consigo falar ainda.” O diretor disse também que foi sequestrado por um garoto de programa aos 20 anos de idade.

Veja Também