Domingo, 15 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Polícia Civil apreende menor suspeito de planejar ataque em escola

Postado em: 18-03-2019 às 19h30
O adolescente afirmou que não realizou o ataque por não ter arma de repetição

Da Redação

Um adolescente de 17 anos foi identificado por Policiais Civis, em Pontalina, na região sul do estado, nesta segunda-feira (18), como suspeito de planejar um massacre na escola onde estudava. Foi expedido um mandado de busca e apreensão pela juíza da Vara da Infância e Juventude da comarca da cidade e foram encontrados na residência do garoto uma capa, uma máscara, desenhos, um coturno e um arco e flechas. O jovem havia até convidado um outro estudante para participar do plano. 

O garoto alegou que já sofreu bullying e que as pessoas vivem em um inferno e ao matá-las ele as livraria do sofrimento. Ele disse ainda que só não havia feito o massacre por não ter tido acesso a arma de fogo de repetição e que a última vez que pensou em executar o plano foi dias antes do carnaval. 

O adolescente afirmou que não tinha medo  da reprovação social ou do remorso, por que se mataria logo após o atentado. Durante a oitiva, ele também contou que gostaria de repetir o feito do massacre da mesquita na Nova Zelândia, ocorrido na última sexta-feira (15), por conta do alto número de vítimas.

O jovem  responderá a Auto de Investigação de Ato Infracional por apologia a crime e atos preparatórios de terrorismo. Ele foi encaminhado para audiência de apresentação, que ocorreu na Fórum da Comarca de Pontalina, e em seguida recolhido em cela da Delegacia de Apuração a Atos Infracionais de Caldas Novas-GO, onde permanecerá internado provisoriamente, à disposição do Poder Judiciário.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar