24 de agosto de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
concurso
13/02/2017 | 06h00
Fazenda vai contratar 200 técnicos
Ainda não há informações adicionais a respeito do certame, apenas que o pedido da realização foi encaminhado o conselho

O Estado fará um concurso para preencher 200 vagas para o cargo de Técnico Fazendário Estadual. O anúncio foi feito pelo secretário da Fazenda, Fernando Navarrete, na última quarta-feira, dia 8, quando foi conhecer a Delegacia Regional de Fiscalização de Anápolis. Segundo a assessoria do órgão, ainda não há informações adicionais a respeito do certame, apenas que o pedido da realização do concurso foi encaminhado ao Conselho Estadual de Políticas Salariais e Recursos Humanos e, para quem tem interesse, é hora de começar a estudar.

Na visita, Navarrete ainda comentou que vai criar a Escola Fazendária, também estuda soluções para pagar os bônus atrasados dos servidores e ainda falou sobre a federalização da Celg. Navarrete declarou-se aberto ao diálogo sobre qualquer assunto. Essa foi a quinta visita do secretário às delegacias regionais. Ele já esteve em Jataí, Rio Verde, Catalão e Itumbiara.

Melhorias

Superintendente da Receita, Adonídio Júnior falou em seguida à apresentação destacando as prioridades que a Sefaz pretende adotar para incrementar a receita neste ano. Disse ainda que a Secretaria tem R$ 84 milhões no Orçamento Estadual para aplicar em melhorias físicas e em projetos para otimizar o trabalho.

A delegacia ocupa ampla sede, tem mais de 100 servidores e atende 26 mil contribuintes em 13 municípios vizinhos. No ano passado, lavrou mais de três mil autos de infração e registrou aumento de receita em relação a 2015. Os dados foram apresentados pelo delegado fiscal interino Ricardo Batista Dutra, ao secretário, na primeira visita feita à Delegacia desde a sua posse. (Agência Brasil) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)