16 de julho de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
Imesi
06/07/2018 | 11h20
Uruguai reduzirá imposto de combustíveis na fronteira com Brasil
Nos postos perto do Brasil, a queda pode chegar a até 24%. Já na Argentina, que também entra na decisão, a reudção será de 8%

O governo do Uruguai vai reduzir o imposto específico interno (Imesi) cobrado sobre os combustíveis distribuídos nos postos de gasolina que fiquem em um raio de até 20 quilômetros da fronteira com a Argentina e o Brasil.

O objetivo da medida, informou a presidência do Uruguai, é competir com os preços cobrados nos dois países vizinhos. A redução do imposto perto da fronteira com a Argentina será de 8%. Nos postos perto do Brasil, a queda pode chegar a até 24%.

A medida começará a valer a partir de 10 de julho e faz parte de um pedido que os prefeitos fizeram ao diretor do Escritório de Planejamento e Orçamento, Álvaro García, como forma de "diminuir a diferença cambial na compra de combustíveis".

Na última segunda-feira, a companhia petrolífera estatal Ancap anunciou um reajuste de 9% nos preços das gasolinas de alta octanagem, do diesel 10S, do óleo combustível e do querosene.

A alta foi provocada, segundo a Ancap, duas variáveis macroeconômicas-chave que determinam os custos da empresa. A Ancap ainda afirmou que o reajuste está em linha com o que ocorre no contexto internacional, de elevação dos preços do petróleo e de desvalorização da moeda local em relação ao dólar. 

Fonte: Agência EFE 

Tópicos:  Combustíveis,   Uruguai,   Argentina,   Brasil

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)