Gastronomia

Benefícios do Pequi, fruta símbolo do cerrado

Postado em: 30-11-2020 às 10h20
A fruta típica de Goiás ajuda na prevenção do câncer e protege a visão - Foto: Reprodução

Luan Monteiro

O Pequi é uma fruta típica do cerrado brasileiro, e uma das queridinhas de Goiás. Sua importância tanto econômica quanto gastronômica está enraizada na população do estado.

A fruta também é conhecida como piqui, amêndoa-de-espinho, piquiá, piquiá-bravo, pequerim, grão-de-cavalo e suari. O pico de produção do pequi ocorre entre os meses de outubro e dezembro.

Benefícios do Pequi

Segundo análise da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), o Pequi contém cálcio, fósforo, ferro e tiamina (vitamina B1), altos níveis de riboflavina (vitamina B2), niacina (vitamina B3) e vitamina C em sua composição. Por conta disso, a fruta nos traz:

  • Proteção da visão
  • Prevenção do câncer
  • Combate ao envelhecimento precoce
  • Redução de danos articulares em atletas
  • Regulador de intestino
  • Proteção do coração

O pequi é o queridinho da culinária goiana, onde além de ser utilizado in natura, é utilizado em qualquer tipo de preparo. A fruta dá um toque especial em qualquer refeição.

Frango, arroz e carne são alguns dos ingredientes que podem acompanhar nas refeições, porém, por conta dos espinhos, o fruto deve ser consumido com cuidado.

O pequi pode ser consumido in natura, mas consumi-lo cozido e acompanhado de algo é o ideal. 

Veja algumas sugestões de acompanhamento com a fruta queridinha do cerrado:

  • Arroz
  • Frango
  • Molho de pequi com pimenta
  • Farofa dourada
  • Peixe em óleo de frutos do cerrado
  • Pasta de pequi
  • Creme de pequi
  • Lasanha
  • Palitos de pequi 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar