27 de abril de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
Ataque terrorista
12/04/2017 | 08h20
Polícia alemã investiga explosões em Dortmund
O ataque aconteceu ontem quando três artefatos explodiram durante passagem do ônibus

A polícia da Alemanha investiga se as três explosões registradas nesta terça-feira, próximo ao ônibus da equipe de futebol do Borussia Dortmund, foram por conta de um ataque islamita. É que foi encontrada uma carta no local e ela se referia a uma missão militar alemã na Síria, segundo informações publicadas hoje (12) no jornal Suddeutsche Zeitung. Segundo o jornal e as emissoras regionais NDR e WDR, os investigadores não descartam que os autores tenham deixado uma pista falsa.

A carta, segundo a imprensa, começa com referências a "Alá, o clemente, o misericordioso", e se refere ao atentado jihadista ocorrido em dezembro no ano passado, em um mercado natalino de Berlim e denúncia que aviões alemães participam do assassinato de muçulmanos do Estado Islâmico (EI).

Assim, diz a carta, atletas e personalidades da "Alemanha e outros países da cruzada" estão na lista de objetivos do Estado Islâmico até que se feche a base americana situada em Ramstein.

Oficialmente, a polícia se limitou dizer hoje que a investigação continua, mas sem dar detalhes. Ela continua analisando a veracidade da carta.

Segundo o jornal Die Welt, a Promotoria federal assumiu a investigação e o Escritório Federal de Investigação Criminal alemão (BKA) criou uma unidade de crise em Berlim.

O ataque aconteceu ontem quando três artefatos explodiram durante da passagem do ônibus do Borussia Dortmund que seguia para o estádio Signal Iduna Park, quando seria jogada a partida contra o Mônaco, pelas quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa. O jogo acabou adiado para hoje.

O único jogador ferido foi o espanhol Marc Bartra, operado ontem à noite em um hospital de Dortmund ao fraturar a mão, de acordo com informações divulgadas pelo clube. Um policial que fazia escolta do ônibus também ficou ferido. (Agência Brasil) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)