14 de novembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
ACORDO
03/10/2018 | 06h00
Peña Nieto diz que novo Nafta protege México, EUA e Canadá
Para o presidente, a nova versão do Tratado de Livre Comércio da América do Norte, ,batizada como Acordo Estados Unidos-México-Canada promove um comércio mais responsável

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, fez um discurso em rede nacional de rádio e televisão para dar mais detalhes à população sobre o novo acordo comercial com os Estados Unidos e Canadá, afirmando que o pacto protege o interesse nacional dos três países envolvidos.

Para ele, que deixa o poder em dezembro, a nova versão do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), batizada como Acordo Estados Unidos-México-Canada (Usmca), promove um comércio mais responsável nos âmbitos trabalhista e ambiental.

“Promove a criação de mais empregos e melhores salários em benefício dos trabalhadores dos três países, garante plena certeza aos intercâmbios comerciais e aos investimentos, incentiva o aproveitamento de novas tecnologias no comércio, nos serviços financeiros e em outros setores, e fortalece a competitividade na América do Norte como plataforma industrial”, afirmou no discurso, que foi ao ar na segunda (1º).

Negociações

PeñaNieto agradeceu a equipe de negociação do México pelo trabalho, aos representantes do presidente eleito do país, Andrés Manuel López Obrador, que acompanharam o processo, e ao setor privado por ajudar com "conhecimento e experiência" no processo.

“Agradeço profundamente a atitude construtiva dos representantes de Canadá e Estados Unidos. Juntos, construímos um acordo que beneficia a América do Norte em conjunto, ao mesmo tempo em que protege o interesse nacional de cada um dos nossos países”, destacou.

O presidente também informou que, depois de assinado, o acordo será enviado ao Senado para ser votado e entrar em vigor.

"[O acordo] representa o início de uma nova etapa nas relações produtivas e comerciais em nossa região. As condições estão dadas para que a economia mexicana siga crescendo, atraindo investimentos e gerando empregos bem remunerados. A partir deste pacto, novas oportunidades de desenvolvimento e bem-estar se abrirão para o México, como parte de uma América do Norte mais competitiva, forte e próspera", disse PeñaNieto.

Antes, presidente mexicano utilizou a rede social Twitter para comemorar a assinatura do acordo com os dois países. (Agência Brasil)

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)