Terça-feira, 07 de fevereiro de 2023

Após enfrentar processo por racismo, Luísa Sonza é retirada de line-up de festival de rap

O evento ocorre nos dias 11 e 12 de fevereiro de 2023, no Rio de Janeiro.

Postado em: 25-10-2022 às 16h50
Por: Victória Vieira
A retirada do nome da artista aconteceu após as acusações de racismo | Foto: Reprodução/ Zô Guimarães

A cantora Luísa Sonza, de 24 anos, foi retirada do line-up do REP festival. A notícia foi informada através da nova escalação divulgada nesta segunda-feira (24/10). Na ocasião, ela se apresentaria ao lado de Xamã, mas tudo indica que os planos mudaram. O evento ocorre nos dias 11 e 12 de fevereiro de 2023, no Rio de Janeiro.

A retirada do nome da artista aconteceu após as acusações de racismo. No mês de setembro, Sonza informou que estava adiando sua turnê para focar no processo. A ação de danos morais foi aberta há três anos atrás por Isabel Macedo de Jesus contra a cantora e a Pousada Zé Maria, em Fernando de Noronha.

Segundo o documento judicial, a advogada estava de férias no local e, enquanto assistia a um show da cantora durante um festival gastronômico na pousada, foi maltratada pela artista, que ordenou que lhe trouxesse um copo de água.

Continua após a publicidade

O REP festival foi bastante criticado no início de outubro por anunciar Luísa, que está enfrentando um processo judicial deste tipo e também por ser chamada para uma das principais atrações musicais ao invés de artistas que fazem parte do gênero musical, como por exemplo o rapper Don L, que manifestou através de seu Twitter sobre a situação, negando ter sido chamado para cantar no festival.

Logo após duras críticas, o nome do artista foi adicionado e o da diva do pop retirado. Agora, o line-up divulgado nesta terça-feira (25) mostram os nomes Don L, MC Marechal e Plutônio. Além disso, Matuê, Racionais, Filipe Ret, Djonga, Emicida, Baco Exu do Blues e L7nnon também estarão presentes.

Veja Também