PCGO prende suspeitos de assaltar residência e trancar crianças no banheiro, em Abadia

Postado em: 25-11-2021 às 09h06
Por: Ícaro Gonçalves
Segundo a investigação, os três são suspeitos de criarem um plano para vender um colar de prata e, logo após a venda, roubar o próprio comprador | Imagens: Divulgação/ PCGO

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Abadia de Goiás, prendeu na tarde de quarta-feira (24/11) três homens suspeitos de assaltarem a residência de um homem com quem haviam negociado a venda de uma joia.

Segundo a investigação, Kennedy da Silva, 25 anos, Matheus Felipe da Silva, 18 anos, e Yann Diniz, de 22 anos, são suspeitos de criarem um plano para vender um colar de prata e, logo após a venda, roubar o próprio comprador. Kennedy anunciou a joia na internet pelo valor de R$ 1 mil. Uma vítima apresentou interesse e, após isso, o suspeito pediu a localização da vítima para levar o colar.

Já com a localização, o suspeito ligou e pediu para encontrar o comprador em outro lugar, onde a negociação ocorreu e o colar foi vendido. Logo após, Kennedy teria se uniu a dois comparsas e, achando que a vítima não estava em casa, foram à sua residência em um veículo C4 prata, pularam o muro da casa, renderam o filho da vítima e mais três crianças e levaram diversos objetos de valor.

As crianças, de 4, 7 e 9 anos, foram presas no banheiro por mais de 25 minutos. Foram roubados dois aparelhos de TVs, dois celulares – sendo um Iphone -, computador, calçados, roupas, aparelhos eletrônicos, echo dot, utensílios domésticos, entre outros.

A vítima procurou a polícia. Agentes saíram em diligências e localizaram o C4 e consequentemente os três assaltantes, na casa de um deles, em Goiânia. Todos os objetos roubados foram recuperados. Os suspeitos tinham passagem por roubo, tráfico e furto.

Compartilhe: