Após roubar celular e aplicar golpes se passando por vítima, homem é preso em Aparecida de Goiânia

O homem foi autuado por estelionato, com o aumento da pena por permanecer enviando mensagens para os contatos da vítima e mantendo os anúncios ativos

Postado em: 27-07-2022 às 11h06
Por: Rodrigo Melo
O homem foi autuado por estelionato, com o aumento da pena por permanecer enviando mensagens para os contatos da vítima e mantendo os anúncios ativos | Foto: PC-GO

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) por meio da 1° Delegacia Distrital de Polícia Civil de Aparecida de Goiânia, prendeu em flagrante um homem pelo crime de estelionato. O suspeito aplicava golpes por meio da utilização das contas de redes sociais que estavam logadas em um aparelho celular que foi roubado no último sábado (23/7), em Aparecida de Goiânia.

O autor anunciava produtos para venda no Facebook que não existiam. Além disso, ele utilizava o Whatsapp para se passar pela vítima e pedia dinheiro emprestado aos seus contatos. Ao todo foram identificadas 3 vítimas do golpe.

Os agentes conseguiram as informações do autor pelas chaves PIX e das contas utilizadas. A investigação fez com que os policiais chegassem até o suspeito com o testemunho de sua ex-esposa, uma das beneficiadas pelas transferências. A mulher afirmou que ele utilizava esta conta para receber valores, com as datas coincidindo com as transações realizadas pelas vítimas.

Continua após a publicidade

Leia também: Homem tenta aplicar golpe do “novo número” em policial e é preso em flagrante

Acusações

O homem foi autuado por estelionato consumado, com o aumento da pena por ter feito mais de uma vez o golpe, e permanecia enviando mensagens para os contatos da vítima e mantendo os anúncios do Facebook ativos.

Também foi possível constatar que o homem é o suspeito de roubar o celular, com reconhecimento da vítima e gravação de câmeras de monitoramento. Por esse motivo foi decretada a prisão preventiva.

Veja Também