Empresa de Goiânia deve pagar R$150 mil a funcionários obrigados a dançar ‘Boquinha da garrafa’ e Gretchen

O caso viralizou depois que um vendedor tirou foto de um aviso que informava os trabalhadores sobre a "prenda"

Postado em: 11-08-2022 às 16h52
Por: Ana Bárbara Quêtto
O caso viralizou depois que um vendedor tirou foto de um aviso, que informava os trabalhadores sobre a "prenda" | Foto: Reprodução

Uma empresa de Goiânia deverá pagar cerca de R$ 150 mil de indenização por danos morais a 22 funcionários, que foram obrigados a dançar a música “Boquinha da garrafa”, do grupo É o Tchan e “Conga La Conga”, da cantora Gretchen, por não baterem metas de vendas. A empresa ainda pode recorrer a decisão.

O caso viralizou depois que um vendedor tirou foto de um aviso, que informava os trabalhadores sobre a “prenda”. O comunicado, pendurado na porta da sala de reunião da loja telefônica ainda desejou: “Sucesso a todos!”.

“Prezados colaboradores, quem não realizar imput de venda hoje terá que pagar prenda na sala de reunião. Prenda do dia: imitar a Gretchen. O líder do vendedor deverá acompanhá-lo”, dizia o texto.

Continua após a publicidade

Os 22 funcionários moveram ações contra o comércio, por meio dos  advogados Danielle Zago e Alessandro Garibaldi no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Em 2021, quando saíram as primeiras decisões, a empresa recorreu.

No entanto, em maio deste ano, acórdãos de desembargadores mantiveram as sentenças. “Todo dia era uma prenda diferente para quem não batesse meta. Tinha prenda de imitar macaco, dançar na boquinha da garrafa, pagar polichinelo. Da Gretchen era dançar a música ‘Conga la Conga'”, comentou a advogada, ao G1.

Leia também: Saiba quem é Sabine Boghici, presa por dar golpe de R$ 725 milhões na própria mãe

Veja Também