Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Três tutores são indiciados após abandonar animais em residência de Goiânia

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) indiciou, nesta segunda-feira (5/12), dois tutores suspeitos de cometer o crime de maus-tratos após abandonarem uma

Postado em: 07-12-2022 às 10h06
Por: Rodrigo Melo
A campanha Dezembro Verde que tem o objetivo de alertar a população a não abandonar seus animais, fato que cabe, inclusive, prisão em flagrante | Foto: PCGO

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) indiciou, nesta segunda-feira (5/12), dois tutores suspeitos de cometer o crime de maus-tratos após abandonarem uma cadela e seis filhotes, no Jardim Atlântico, em Goiânia. Na mesma semana, outro tutor se mudou e deixou três cães e dois gatos sem alimento em residência na capital.

Os crimes ocorreram no mês em que é lançado a campanha contro o abandono de animais: Dezembro Verde.

Abandono

Foram apresentadas à polícia imagens do momento do abandono dos animais na rua, na tarde do último domingo (4/12). Segundo a lei, o ato configura crime de maus-tratos, já que o animal não pode se defender dos riscos resultantes do abandono.

Continua após a publicidade

Por meio de denúncia, foram identificados os autores, os quais prestaram declarações sob a alegação de que o tutor se mudou para um local onde não aceita animais e, por isso, precisou se desfazer da cadela e dos filhotes. O homem afirmou, ainda, que sabia que era errado, mas não sabia que era crime, tendo pedido a ajuda de um cunhado que o levou em seu veículo.

Os suspeitos foram indiciados pelo crime de maus-tratos de animais, com pena de 2 a 5 anos de reclusão. Uma protetora resgatou os animais.

Outro crime

Ainda em Goiânia, na mesma semana, um tutor se mudou de sua residência e deixou no imóvel três cães e dois gatos. Os animais não morreram porque foram alimentados pelos vizinhos por cima do muro, sendo que foram juntadas imagens que demonstraram que os animais estavam em visível estada de subnutrição, o que foi confirmado pela perícia.

O tutor confirmou que se mudou, mas disse que ia na casa em dias alternados alimentar os animais, o que foi contestado devido aos depoimentos dos vizinhos e das imagens e perícia, que comprovaram o abandono dos animais. O homem, como no primeiro caso, foi indiciado por crime de maus-tratos, responsabilizado junto ao Poder Judiciário, e ainda perdeu a guarda dos animais.

Neste mês, foi lançada a campanha Dezembro Verde Contra Abandono de Animais, que tem o objetivo de alertar a população a não abandonar seus animais, fato que cabe, inclusive, prisão em flagrante.

Veja Também