Levantamento aponta que 24% dos jovens com até 30 anos já são empreendedores

Mercado de trabalho está cada vez mais restrito a jovens, fazendo com que estes busquem novas oportunidades

Postado em: 20-11-2021 às 14h00
Por: Maria Paula Borges
Mercado de trabalho está cada vez mais restrito a jovens, fazendo com que estes busquem novas oportunidades | Foto: Reprodução

Diante da realidade do mercado de trabalho no Brasil, as pessoas estão buscando alternativas para incrementar a renda. Para isso, o empreendimento em negócio próprio é a alternativa mais utilizada, seja para corresponder exatamente aos interesses profissionais e pessoais, ser seu próprio chefe, não ter horário fixo, ganhar independência financeira. Segundo um levantamento realizado pela Globo, nesse novo mercado 24% dos jovens com até 30 anos já são empreendedores e 60% querem ter um negócio próprio no futuro.

Na tendência de criar um empreendimento autônomo os jovens se destacam, uma vez que a pretensão de adquirir independência financeira e não ficar na incerteza do mercado de trabalho é vista cada vez mais nessa categoria, é comum ver um público cada vez mais novo juntando o útil ao agradável, unindo trabalhar com o que gosta e gerando um impacto positivo. O levantamento da Globo apontou ainda que 67% dessa classe querem ter um negócio para se tornar independentes financeiramente, 39% buscam autonomia e 33% querem ter um tempo mais flexível.

Apurados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua, os números do mercado de trabalho mostram que os jovens são os mais castigados pela fraqueza econômica, justificando a necessidade de essa categoria buscar uma atividade própria. No primeiro trimestre de 2021, a taxa de desemprego entre pessoas de 14 a 17 anos chegou a 46,3% e entre jovens de 18 a 24 anos, chegou a 31%.

Continua após a publicidade

O economista da empresa LCA, Cosmo Donato, observa o motivo da dificuldade enfrentada pelo jovem para se inserir no mercado. “Num momento como esse, o jovem passa por dificuldade porque a inserção dele no mercado de trabalho fica difícil. As vagas de trabalho se tornam mais escassas, e o jovem acaba perdendo justamente para aquele profissional com mais experiência e mais qualificado”.

Portanto, a segurança de ter um trabalho é algo que tem atingido a classe mais jovem da população, fazendo com que boa parte das pessoas dessa faixa etária possuam seu próprio negócio, como é o caso de Bruna, de 18 anos, e Mariana, de 17. As duas abriram a loja de roupas MB Store, que leva a inicial do nome de ambas, para iniciar sua trajetória no mercado de trabalho.

De acordo com Mariana, a motivação para iniciar a loja foi ter um trabalho próprio para ter autonomia e renda, deixando claro que, para abrir um negócio em conjunto, a confiança no parceiro é indispensável. “Eu sempre quis ter um trabalho meu que eu pudesse mexer, que eu tivesse pelo menos controle das coisas que acontecem. Tem muito tempo que eu estava pensando em um projeto que eu podia fazer sozinha, de conseguir ter autonomia, ter renda. Eu e a Bruna somos amigas há muito tempo, então a gente passa uma confiança uma para outra que é muito importante para esse tipo de negócio, que uma vai ter confiar na outra economicamente e ter compatibilidade de ideias”, explica.

Além disso, para iniciar qualquer tipo de empreendimento, o planejamento e organização de ideias são pilares extremamente importantes para atingir o sucesso. Na MB Store, o planejamento, apesar de ter sido a curto prazo, foi eficiente. Bruna conta que a idealização do projeto começou há dois meses e que ainda não irão dar início a ideia inicial, mas que em breve a loja será totalmente o que elas vêm planejando. “A gente ficou uns dois meses pensando nas peças. Como a gente iria pedir, como iria organizar tudo, nome, logo, tudo. Inicialmente, a gente queria produzir as nossas peças, mas a gente começou sozinhas então o investimento seria muito maior. Então a gente decidiu procurar fornecedor, ver as peças que as pessoas mais estão usando. No futuro a gente ainda pretende fazer nossas próprias peças para ter algo mais nosso, mais a cara da loja em breve”.

Atualmente, o mundo digital ganhou o mundo dos negócios. Então, para atingir o público-alvo que consiste em jovens-adultos, a loja é digital e consiste em roupas que podem ser usadas em várias ocasiões, com pedidos feitos pelo Instagram ou WhatsApp.

As proprietárias da MB Store são apenas um exemplo de jovens que pretendem atingir sua autonomia e independência trabalhando com o que gostam e ganhando em cima disso. O Brasil atingiu em 2019 um dos maiores números já analisados no país com jovens empreendedores, registrando 8 milhões de jovens, com faixa etária entre 18 e 24 anos, com o próprio negócio, segundo pesquisa da Monitor Global do Empreendedorismo (GEM).

Veja Também