Carlinhos Brown e DJ Fernando Deeplick lançam o projeto ‘Eletro Tribalistas’

Postado em: 18-06-2022 às 09h37
Por: Lanna Oliveira
Carlinhos Brown, Marisa Monte e Arnaldo Antunes formam o Tribalistas, um trio de MPB que marcou a música brasileira | Foto: Divulgação

Tribalhistas é formado por três dos maiores artistas de todos os tempos, não teria a possibilidade de não ser um marco na história da música nacional. O grupo conquistou o Brasil e o mundo com dois álbuns lançados e centenas de milhões de execuções via serviços de streaming. Para coroar o sucesso, Carlinhos Brown e o DJ e produtor Fernando Deeplick lançam o projeto ‘EletroTribalistas’. O EP, com versões eletrônicas de grandes sucessos do grupo, já está disponível em todas as plataformas de áudio.

Formado pelo trio Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, e Marisa Monte, Tribalistas é um trio de MPB que surgiu a partir da união dos três cantores renomeados na música brasileira. Tudo iniciou quando Marisa Monte gravou uma participação no álbum de Arnaldo Antunes, produzido por Carlinhos Brown. Os cantores ficaram juntos por uma semana, compondo algumas canções juntos. A intenção do trio não era de fazer um trabalho paralelo, mas sempre se encontravam para terminar alguma música. Para eles, Tribalistas não era um projeto e sim um sonho.

Para Carlinhos Brown, o EP é mais um elemento que celebra essa amizade e parceria ‘tribalística’. “Todo projeto Tribalista nasce pelo amor, são adaptações de químicas que já estavam escolhidas para acontecer, como o próprio encontro entre Arnaldo, Marisa e eu. Estivemos nos últimos anos buscando adaptações para os novos momentos dentro de um teor também novo de disciplinas. Nós estamos sempre compondo juntos e separadamente, ou aparentemente separados, mas em verdade sempre juntos”, revela o cantor.

Ele diz ainda que esse álbum é uma nova nota dada em tom comemorativo por essa amizade, união, parceria tribalística que tem marcados 20 anos nos calendários físicos, mas que de acordo com ele, vão muito além do tempo regulamentar. O projeto é usado como uma oportunidade de adaptar por meio das ressonâncias eletrônicas. “Faz parte de uma busca nossa constante por reestruturações das visões de mundo através de ações concisas, agregando novos conhecimentos que engrossem esse caldo de misturas e faça nascer novas sinergias criativas”.

Eletrotribalistas traz seis versões das canções ‘Baião do Mundo’, ‘Passe em Casa’, ‘Carnavália’, ‘Velha Infância’, ‘Tribalivre’, ‘Diáspora’, além da faixa inédita que dá título ao EP, de autoria Deeplick, Brown e Marisa Monte, que conta com a participação especial Future OHM, um dos projetos de Deeplick. A escolha das músicas, segundo Deelick, foi feita em conjunto com os integrantes dos Tribalistas. “Essa parceria começou há muito tempo. Sempre tive vontade de fazer coisas com os Tribalistas e falei para o Brown sobre essa vontade”, diz Deeplick. 

Reforçando a versatilidade dos Tribalistas, neste trabalho, as músicas ganham uma nova roupagem que mescla elementos da música eletrônica com orgânicos, ressaltando células percussivas, violão e synths, que trazem uma sonoridade tipicamente brasileira com nuances do trap, house, samba, entre outros gêneros. Toda a sonoridade típica do Brasil alcançada no álbum foi pensada em conjunto. “Mandamos para os demais integrantes e o resultado é que eu acabei fazendo muito mais músicas para esse projeto de remix”, finaliza o produtor.

Compartilhe: