Renan Calheiros cita “bobo da corte” em referência a Hang na abertura de seu depoimento

Hang é acusado de pertencer ao chamado “gabinete paralelo”, grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro que tem defendido o "tratamento precoce" contra Covid-19

Postado em: 29-09-2021 às 12h00
Por: Ícaro Gonçalves
Hang é acusado de pertencer ao chamado “gabinete paralelo”, grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro que tem defendido o "tratamento precoce" contra Covid-19 | Foto: Reprodução/ Agência Senado

O senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, fez referência à Luciano Hang como “bobo da corte” na abertura das oitivas na manhã desta quarta-feira (29/09).

“Em todas as eras deste país, houve a figura dos bobos da corte (…) que são úteis para bajular o rei, os poderosos do camarim e criar cortinas de fumaça para desviar a atenção dos dramáticos e reais problemas da nação”, afirmou o relator.

Na sequência, Renan foi interrompido por Flávio Bolsonaro (Patriota), que saiu em defesa do empresário. “O senhor já está chamando o depoente de bobo da corte antes de começar o depoimento? Que cinismo” expressou Flávio. “Já começou a ofensa antes de começar?” declarou outro.

Continua após a publicidade

O empresário Luciano Hang se tornou conhecido por ser forte apoiador do presidente Jair Bolsonaro. Seu depoimento à CPI da Pandemia começou às 10h desta quarta (29/09).

Hang é acusado de pertencer ao chamado “gabinete paralelo”, grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro suspeito de aconselhar o presidente em relação à pandemia de covid-19, promovendo ideias sem comprovação científica, como o “tratamento precoce” com hidroxicloroquina e ivermectina.

Veja Também