Após colocar 32 pessoas em risco, coach Pablo Marçal é impedido de organizar expedições

Marçal ainda é investigado por tentativa de homicídio. 

Postado em: 18-01-2022 às 15h12
Por: Victoria Lacerda
Marçal ainda é investigado por tentativa de homicídio. | Foto: Reprodução/Internet

Na última sexta-feira (14/01), a justiça proibiu que o coach Pablo Marçal realize qualquer atividade externa em programas motivacionais. A decisão ocorreu após ele ter colocado um grupo de aproximadamente 30 pessoas em perigo em uma expedição no Pico dos Marins logo nos primeiros dias do ano. 

A decisão foi realizada através da juíza Rafaela Assumpção Cardoso Glioche, da Vara de Piquete, onde foi adotada medida cautelar após pedido do MP.

Importante ressaltar que a juíza entendeu que o coach poderia tentar repetir outras expedições perigosas, já que continuou a caminhada mesmo com a desistência de mais da metade do grupo e da recomendação de um guia. 

Continua após a publicidade

Marçal ainda é investigado por tentativa de homicídio. 

Confira na íntegra um trecho da decisão: 

Diante do exposto, com fundamento no art. 282 e art. 319, inciso IV, ambos do Código de Processo Penal, acolho as representações e o faço para IMPOR a PABLO HENRIQUE COSTA MARÇAL a medida cautelar de PROIBIÇÃO realizar qualquer atividade externa precipuamente na natureza (seja em montanhas, picos, rios, lagos, mares, ou em locais correlatos), por si ou por interposta pessoa, sem prévia e expressa autorização da Policia Militar (aqui considerando a corporação em si, Corpo de Bombeiros e Polícia Ambiental), Prefeitura Municipal e Defesa Civil da localidade visada, sob o pretexto de sua atividade de coach ou em programas motivacionais.

Veja Também