Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Covid: variante Ômicron é mais transmissível por escapar de vacina e infecção prévia

A variante ômicron concentra 72% dos casos globais registrados

Postado em: 21-01-2022 às 16h16
Por: Almeida Mariano
A variante Ômicron concentra 72% dos casos globais registrados | Foto: Reprodução

O boletim epidemiológico da OMS (Organização Mundial da Saúde), publicado na última quarta-feira (19), mostra que a variante Ômicron concentra 72% dos casos globais registrados. Estudos das Universidade de Harvard e Genebra apontam que a disseminação rápida da nova cepa é causada pela capacidade do novo vírus de escapar da proteção conseguida pela vacinação e por infecção prévia.

Os estudos também indicam que cerca de metade das amostras continuaram com vírus infecciosos mesmo cinco dias depois do primeiro teste positivo. De modo que pacientes infectados com a Ômicron mantinham a carga viral alta o suficiente para ainda transmitir a doença.

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos e o Ministério da Saúde do Brasil e de diversos países diminuíram o tempo de isolamento para infectados com a nova cepa, decisão essa que pode estar resultando na disseminação ainda mais rápida da nova variante.

Veja Também