Eleições serão dominadas por mulheres, que representam 53% do eleitorado apto a votar

Postado em: 06-05-2022 às 15h34
Por: Augusto Sobrinho
Os homens são 47% com 69,8 milhões titularizados até o final do março | Foto: Reprodução

Novamente, neste ano, as eleições deverão ser dominadas pelas eleitoras mulheres, que, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 78,4 milhões, ou seja, representavam 53% do eleitorado apto a votar. Os homens são 47% com 69,8 milhões titularizados até o final do março.

A diferença chega a seis pontos percentuais devido haver mais 8,5 milhões de mulheres titularizadas do que os homens. Entretanto, o número ainda pode ser maior, pois o tribunal ainda deve divulgar um balanço com números de novos títulos atualizados até a última quarta-feira (04/05), prazo final para o eleitor emitir o documento.

Nos grupos em que o voto é facultativo a diferença é maior ainda. Para pessoas das faixas etárias de 16 a 17 anos e acima dos 70 anos, a diferença entre os gêneros é: as mulheres são 56% e os homens, 44% do eleitorado. Em entrevista ao G1, uma especialista explica os motivos.

“As mulheres são mais afetadas pelas crises econômicas, pelas desigualdades sociais, pela violência. Pegando a série histórica, o que a gente vai observar é que, de fato, a gente tenha indicadores de que isso possa ser uma reação a um cenário mais desfavorável às mulheres”, afirma a cientista política Marjorie Corrêa Marona, professora de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Compartilhe: