Bombeiro carioca atira em atendente do McDonald´s após discussão por cupom de desconto; assista

Bombeiro carioca atira, nesta segunda-feira (9/5), em atendente do McDonald´s após discussão por cupom de desconto. Atendente está em quadro estável e bombeiro se apresentou hoje a tarde na 2ª DP (Taquara).

Postado em: 09-05-2022 às 20h00
Por: Ana Bárbara Quêtto
Justiça negou, nesta segunda-feira (9/5), pedido de prisão. | Foto: Reprodução.

Mateus Domingues Carvalho, de 21 anos, levou um tiro na barriga, pelo bombeiro Paulo César de Souza Albuquerque, após uma discussão sobre um cupom de desconto na madrugada desta segunda-feira (9/5). O crime aconteceu em Taquara, em um McDonald´s na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O atendente foi levado ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca e seu quadro é estável.

Imagens da câmera de segurança mostram o momento do tiro:

Testemunhas, que estavam no local, relatam que a confusão começou quando Paulo fez um pedido pelo drive-thru e após finalizar informou que tinha um cupom de desconto para utilizar na compra. Mas, Mateus o informou que para aplicar o cupom ele deveria ter usado no início pedido. O cliente, então, quebra a janela de acrílico e da um soco em Carvalho, que revida com um tapa, e, logo em seguida, Albuquerque entra na loja, alguns clientes tentam impedir, mas sem êxito, e atira nele. Após o incidente o bombeiro fugiu.

Continua após a publicidade

Em carro de luxo, bombeiro sai tranquilamente após ter baleado Mateus. | Foto: Reprodução.

Investigação

Paulo se apresentou na tarde desta segunda-feira (9) na 32ª DP (Taquara), que investiga o caso. O Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), em nota, determina a suspensão imediata do porte de armas do militar, além da instauração de um inquérito policial militar para apurar a conduta do profissional. “A corporação repudia veementemente todo e qualquer ato criminoso, assim como condutas ilícitas que transgridam os preceitos da ordem, da disciplina e da moral características da profissão de bombeiro militar”, reforça o Corpo de Bombeiros.”

Não foi a primeira vez que Carvalho sofreu agressão durante seu expediente. Ele chegou a ir na delegacia depois de ser ameaçado por recusar uma nota falsa.

Mateus, de 21 anos, passou por uma cirurgia, foi extubado e aguardava consciente no CTI do Hospital Lourenço Jorge, na manhã desta segunda. O trabalhador, saiu de Minas Gerais para juntar dinheiro para fazer seu curso dos sonhos, veterinária. De acordo com sua tia, Marcela Costa, os familiares temiam por sua segurança. “O sonho dele é pagar a faculdade e fazer veterinária. Ele teve que parar de estudar porque precisava trabalhar. Porque senão tinha como. Era uma coisa ou outra. Então ele optou por trabalhar”, disse Marcela.

Em nota, McDonald´s lamentou o corrido, afirmou que está dando todo o suporte para a família do atendente e está colaborando com as investigações sobre o caso.

Veja Também