Estados Unidos retira obrigatoriedade de testes da Covid-19 para viajantes internacionais

Postado em: 10-06-2022 às 13h44
Por: Victória Vieira
A medida valerá para os viajantes internacionais a partir de domingo (12/6) às 00h. | Foto: Reprodução/Angus Mordant/Bloomberg

Nesta sexta-feira (10/6), a expectativa está toda voltada para o anuncio do presidente norte-americano Joe Biden, em conjunto com o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em relação a suspensão de testes obrigatórios da Covid-19. As informações foram confirmadas por um oficial do governo estadunidense.

A medida valerá para os viajantes internacionais a partir de domingo (12/6) às 00h. A justificativa do CDC é que com base na ciência e nos dados, a restrição não é mais necessária.

O CDC irá reavaliar a decisão em 90 dias. Entretanto, se caso os especialistas decidirem que a providência necessita ser reestabelecida por motivos de haver uma nova variante, o instituto cumprirá com todas as regras impostas. De acordo com as autoridades, o governo de Biden está trabalhando com as companhias aéreas para garantir uma mudança positiva, mas a previsão é de que as novas medida sejam bem recebidas pela a equipe.

O motivo dessa decisão ser aprovada está entrelaçada com as últimas semanas para o presidente dos EUA. Ao que parece, as autoridades do setor de viagens estavam criticando e pressionando Biden a dar um basta na obrigatoriedade de testes. O chefe do grupo da Airlines for America, Nick Calio, disse que a decisão estava causando deficiência na economia. Na Casa Branca, os legisladores e em especial, os democratas, também estavam defendendo a suspensão da exigência.

Logo após uma reunião na Casa Branca, a solução foi encontrada, agradando a maioria dos oficiais. A senadora de Nevada, Catherine Cortez Masto comentou: “Estou feliz que o CDC suspendeu a exigência de testes de coronavírus para viajantes internacionais e continuarei fazendo tudo o que puder para apoiar a forte recuperação de nossa indústria de turismo”.

Compartilhe: