Médico é preso em flagrante por estuprar paciente que passava por cesárea

Giovanni Quintella Bezerra foi filmado por funcionários enquanto abusava da vítima, que estava dopada.

Postado em: 11-07-2022 às 12h43
Por: Luan Monteiro
Giovanni Quintella Bezerra foi filmado por funcionários enquanto abusava da vítima, que estava dopada. | Foto: Reprodução

Um médico anestesista foi preso em flagrante por estuprar uma paciente que passava por uma cesárea na madrugada desta segunda-feira (11/7). Segundo investigadores, Giovanni Quintella Bezerra abusou da vítima enquanto ela estava dopada e passava por um parto cesárea no Hospital da Mulher Heloneida Studart em São João de Meriti, Rio de Janeiro.

A prisão ocorreu após funcionários da unidade de saúde filmarem o médico colocando o pênis na boca da paciente enquanto participava do parto dela. O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu um processo para investigar o caso e tomar medidas administrativas.

A equipe desconfiava do comportamento do anestesista e estranhava, por exemplo, a quantidade de sedativo aplicado em mulheres grávidas. Funcionárias do hospital trocaram a sala de parto para conseguir filmar o flagrante. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de reclusão.

Continua após a publicidade

No último domingo (10), o anestesista já tinha participado de outras duas cirurgias em salas onde a gravação escondida era inviável. Na terceira operação do dia, a equipe conseguiu, de última hora, trocar a sala, esconder o telefone e filmar o flagrante.

Veja Também