Criança autista de 7 anos está há 15 horas como refém do ex-padrasto, em Belo Horizonte

O ex-padrasto, chamado Leandro Mendes, de 39 anos, invadiu a casa às 18h de quarta-feira (21/9)

Postado em: 22-09-2022 às 09h21
Por: Ícaro Gonçalves
O ex-padrasto, chamado Leandro Mendes, de 39 anos, invadiu a casa às 18h de quarta-feira (21/9) | Foto: Reprodução

Uma criança de 7 anos de idade, portadora de autismo e casos de epilepsia, está há mais de 15 horas sendo feita refém pelo ex-padrasto, no bairro Parque São João, na região Norte de Belo Horizonte. Parentes da criança estão preocupados com o menino e com o risco dele não ter tomado os remédios em meio ao sequestro. O suspeito diz que só sai da residência morto.

O ex-padrasto, chamado Leandro Mendes, de 39 anos, invadiu a casa às 18h de quarta-feira (21/9). A mãe do menino, de 25 anos, conseguiu escapar com a ajuda de um vizinho. No momento da invasão, a mulher estava acompanhada de um amigo da família, de 23 anos. O rapaz foi rendido e está sob a mira de um revólver com o menino.

Fim do relacionamento

Leandro e a mãe da criança são primos e mantinham um relacionamento que teve fim há dois anos. O homem, porém, não aceita o fim do relacionamento, segundo testemunhas. Ele tem passagem pela polícia por matar uma outra ex-companheira e estaria em liberdade condicional.

Continua após a publicidade

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociam a liberação das vítimas. O entorno da casa está cercado para evitar uma eventual fuga do suspeito.

“É angustiante, o tempo vai passando e não recebemos nenhuma notícia. Só quero ver meu filho”, disse Daniela Félix, de 43 anos, mãe do homem mantido refém com a criança, segundo reportagem de O Tempo.

Mais informações em breve

Leia também: PC prende três suspeitos de roubar e manter família refém em Goiânia

Veja Também