PF brasileira fica com vice-presidência da Interpol pela primeira vez

Postado em: 25-11-2021 às 11h52
Por: Nielton Soares
O delegado da corporação, Valdecy Urquiza, foi vitorioso na eleição, derrotando um general da Colômbia | Foto: reprodução

O delegado da Polícia Federal (PF), Valdecy Urquiza, foi eleito vice-presidente da Organização Internacional de Polícia Criminal, conhecida como Interpol. A eleição foi realizada durante a 89ª Assembleia, nesta quinta-feira (25/11).

O brasileiro conquistou uma inédita para o país, após a votação de 172 delegações credenciadas, representando os 195 países membros da Interpol, o que foi também um índice de participação recorde no evento.

Urquiza recebeu 55,8% dos votos e derrotou o candidato concorrente colombiano, o general Jorge Luis Vargas Valencia (diretor-geral na Polícia Nacional da Colômbia).

A PF, por meio de nota, citou que a conquista do Brasil reflete “o importante papel da diplomacia brasileira na construção dos apoios internacionais”.

O delegado Urquiza, em discurso depois da eleição, disse que há necessidade de uma Interpol “mais democrática, transparente e eficiente”.

Delegação

A delegação do Brasil no evento foi liderada pelo diretor-geral da PF, Paulo Maiurino, e integrada por policiais federais e diplomatas brasileiros. Eles atuaram na busca da “construção de alianças em torno da candidatura brasileira”, destacou o comunicado da corporação.

Secretario Geral da INTERPOL, Jurgen Stock (reeleito), e o delegado Valdecy Urquiza, da PF do Brasil, durante reunião Lyon (França),

Presidência

Já a presidência ficará a cargo do general Ahmed Nasser Al Raisi. Ele é inspetor-geral do Ministério do Interior dos Emirados Árabes Unidos. Porém, o nome dele é alvo de denúncias de torturas na França e Turquia.

Compartilhe: